Governo impõe novas barreiras para a contratação de profissionais estrangeiros nos EUA

Medida impõe regras mais duras para concessão do vistos H-1B, que beneficia trabalhadores estrangeiros com alta qualificação

0
1699
Medida irá dificultar contratação de mão-de-obra especializada de fora dos EUA (foto: flickr)
Medida irá dificultar contratação de mão-de-obra especializada de fora dos EUA (foto: flickr)

O governo Trump anunciou medidas mais duras para obtenção de vistos H-1B, que beneficia trabalhadores estrangeiros com alta qualificação.

De acordo com uma regra final provisória anunciada pelo Department of Homeland and Security (DHS), na teça-feira (6), as mudanças irão aumentar as exigências para que as empresas contratem mão-de-obra especializada fora dos EUA. O objetivo é priorizar a contratação de trabalhadores americanos.

“Devemos fazer tudo ao nosso alcance para colocar o trabalhador americano em primeiro lugar”, disse o secretário do DHS, Chad Wolf, em um comunicado à imprensa. Ele informou que as novas regras entrarão em vigor 60 dias após sua publicação.  

Entre as mudanças citadas no texto da lei para a concessão do visto H1-B estão:

  • Limitar a definição do que é considerado “trabalho especializado”
  • Forçar as empresas a fazer ofertas de emprego “reais” nos Estados Unidos
  • Aumentar as inspeções no local de trabalho e monitorar a conformidade antes, durante e depois que uma petição H1-B é aprovada
  • Limitar a quantidade destes vistos concedidos em território americano

O H-1B é um visto de não imigrante que permite que o profissional trabalhe nos Estados Unidos por um período específico. Como outros vistos de trabalho, o H-1B exige que um empregador dos EUA patrocine seu visto.