Cerca de 200 adolescentes invadem mansão na Flórida e fazem festa ‘selvagem’

Eles consumiram todas as bebidas disponíveis, usaram roupas e joias dos proprietários e até organizaram uma luta de boxe, tudo transmitido pelas redes sociais

0
3042
Fotos e vídeos foram postados nas redes sociais (foto: Reprodução)

A polícia do condado de Walton, nas proximidades de Tampa, identificou alguns dos adolescentes que invadiram uma mansão na Blackwater St., em Watercolor, na última sexta-feira (17), para dar uma festa. Nenhum nome foi divulgado e ainda não está claro que tipo de acusação os infratores irão enfrentar.

Os donos da mansão de cinco quartos e oito banheiros avaliada em $8 milhões estavam viajando para outro estado. Segundo os investigadores, o grupo de cerca de 200 invasores com idade entre 15 e 22 anos, entrou pela porta dos fundos da residência. Eles consumiram todas as bebidas disponíveis, usaram roupas e joias dos proprietários e até organizaram uma luta de boxe em uma das salas.

A polícia foi chamada no sábado de manhã por vizinhos que reclamaram do excesso de barulho. Mas quando os oficiais chegaram não havia mais ninguém.

Alguns itens de decoração e um video-game foram furtados. Toda a ação foi transmitida ao vivo em diferentes mídias sociais, além de várias fotos postadas. “ Esses adolescentes queriam se gabar de terem invadido esta casa e demonstrado uma total falta de respeito por ninguém além de si mesmos”, disse o xerife Corey Dobridnia, que comanda as investigações.  Dobridnia falou que a maioria dos identificados até o momento foram entregues aos agentes pelos próprios pais. “Se você participou dessa festa ‘selvagem’, nós o encorajamos a se apresentar e assumir a responsabilidade”, alertou o xerife. “Não é engraçado, não é divertido, não é legal. Não estamos falando de uma acusação qualquer, estamos falando de furto e invasão de domicílio”, concluiu.