Homem abre fogo em catedral de Campinas (SP), mata cinco pessoas e se suicida

Ele invadiu a igreja durante a missa e atingiu sete pessoas

0
2039
Vítimas foram atendidas pelo Samu Imagens G1
Vítimas foram atendidas pelo Samu Imagens G1

Um homem abriu fogo em uma igreja no centro de Campinas (SP) durante a missa, matou cinco pessoas e deixou outras feridas, no início da tarde de terça-feira (11). O autor dos disparos na igreja cometeu suicídio em seguida.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o suspeito teria entrado na Catedral com uma pistola e um revólver calibre 38, e se matou em frente ao altar após os crimes. Equipes do Samu e dos Bombeiros foram enviadas ao local, por volta das 13h20 (horário do Brasil).

Os mortos foram identificados como Heleno Severo Alves, de 84 anos, Sidnei Vitor Monteiro, de 39 anos, José Eudes Gonzaga Ferreira, de 68, Cristofer Gonçalves dos Santos, de 38, e Elpídio Alves Coutinho, de 67 anos.

O atirador foi identificado como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, que morava com o pai em um condomínio de Valinhos (SP). Ele cometeu suicídio após o crime e outras quatro pessoas ficaram feridas após serem atingidas por disparos.

O delegado José Henrique Ventura disse que já foi apurado pela Polícia Civil que Euler chegou a fazer tratamento de depressão e a família temia que ele “cometesse suicídio”. O atirador morava com o pai, não trabalhava desde 2015 e tinha, de acordo com ele, um “perfil estranho”. (Com informações do G1).