Homem é condenado à prisão perpétua por assassinato de brasileiro em MA

Elivelton Dias foi morto a facadas por colega de trabalho

0
4218
aquan-Huston foi condenado à prisão perpétua por morte de brasileiro
aquan-Huston foi condenado à prisão perpétua por morte de brasileiro

Em um julgamento na quarta-feira, 25, na Corte Superior em Salem, Massachusetts, Jaquan Husto foi condenado à prisão perpétua por ter assassinado a facadas em 29 de agosto de 2015 o brasileiro Elivelton Dias, de 38 anos, na cozinha do restaurante PF Chang’s, em Peabody onde ambos trabalhavam.

Elivelton chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Ele foi atingido por uma faca de 30 centímetros que era usada para cortar sushi.

Na época, Jaquan Huston, 23 anos, confessou o crime. “Eu fiz o que devia ser feito”, teria dito o homem que também trabalhava no restaurante. Elivelton tinha acabado de ser pai de uma menina na época do crime.

Jacquan Huston, 25 anos, admitiu culpa e embora jamais tenha se justificado por ter assassinado Elivelton, afirmou que havia se tratado anteriormente por uma doença mental e acessos de raiva.

Fabiana Batista, viúva do brasileiro disse durante o julgamento que perdoa Jaquan. “Mas eu quero que ele saiba que nada irá consertar o que ele fez. Isso não vai trazer o pai da minha filha de volta”, disse.

“Esse crime frio e cruel tirou a vida de um homem inocente. Elivelton era um trabalhador que veio do Brasil buscando uma oportunidade de se libertar da violência do seu país nativo. E sua vida foi tirada por um ato de violência gratuito e pouco depois de ele ter se tornado pai”, disse o promotor Jonathan Blodgett.

Huston poderá pedir liberdade condicional em 20 anos. O restaurante PF Chang’s, onde ocorreu o crime, encerrou as suas atividades em Peabody. (Com informações de Jehozadak Pereira).

Elivelton Dias, tinha 38 anos e havia sido pai dias antes de ser morto a facadas por Jaquan Huston
Elivelton Dias, tinha 38 anos e havia sido pai dias antes de ser morto a facadas por Jaquan Huston