Homem é preso por assassinato cometido há 20 anos depois de se inscrever para emprego em Delray Beach

Todd Barket, de 51 anos, é acusado de matar uma mulher em 1998; ele foi preso esta semana depois de tirar impressões digitais para uma vaga de trabalho

0
3292
Todd+Barket foi preso pelo assassinato de Sondra Better em 1998
Todd+Barket foi preso pelo assassinato de Sondra Better em 1998

Um ‘cold case’, como são chamados os crimes sem solução, foi resolvido esta semana no Sul da Flórida, depois que o suposto assassino se candidatou para uma vaga de trabalho.  Mais de 20 anos depois de assassinar uma mulher em uma loja, Todd Barker, de 51 anos, foi preso pela polícia de Delray Beach na quarta-feira (27).

Tudo começou quando Todd tirou suas impressões digitais para se candidatar a uma vaga de emprego e suas digitais estavam no sistema da polícia como as mesmas da cena do crime. Segundo a polícia, em 1998, a vítima identificada como Sondra Better estava trabalhando sozinha em uma loja na Federal Highway quando foi violentamente espancada, esfaqueada e morta.

As impressões digitais encontradas na cena do crime foram colocadas no banco de dados da polícia, que não tinha encontrado o autor até que Todd se candidatou a uma vaga de trabalho. Além das digitais, o DNA de Todd também foram confirmados como sendo o mesmo encontrado na cena do crime. Na época, ele tinha 29 anos e morava em Lantana (FL). Ele teria matado a vítima por ter discutido sobre o preço de um sofá.