Homem em lua-de-mel é preso na Flórida ao procurar prostitutas

Detetives montam arapuca postando anúncio-isca oferecendo serviços sexuais e prendem recém-casado em flagrante

0
1932
Chad Chronister, Sheriff do condado de Hillsborough, anuncia à imprensa os resultados da operação (Reprodução/TV)

Um homem foi preso na Flórida por solicitar prostituição em plena lua-de-mel. Segundo nota divulgada à imprensa pelo Sheriff’s Office do condado de Hillsborough, Paul Turovski, de 34 anos, respondeu a um anúncio que oferecia serviços sexuais postado por uma agente policial disfarçada. Ele teria deixado a mulher com quem tinha acabado de casar dormindo e foi ao local combinado para o encontro, onde foi preso em flagrante pela policial.

Turovsky é uma das 176 pessoas presas pela polícia depois de uma operação visando combater o tráfico humano no condado, onde fica a cidade de Tampa, na costa oeste do estado.

“Ele se casou e estava em lua-de-mel”, disse o Sheriff Chad Chronister. “A esposa dormiu e ele resolveu responder a um anúncio postado por uma das nossas [detetives disfarçadas]. Ele foi até o local combinado e quis pagar por serviços sexuais”.

Desde abril deste ano, os detetives do Human Traffic Squad (HTF – divisão de tráfico humano) do condado de Hillsborough vêm investigando a rede de prostituição na região, com foco nos homens que solicitam serviços sexuais em troca de pagamento e sexo com menores de idade.

O HTF já prendeu 360 pessoas e resgatou oito vítimas de exploração sexual, diz ainda a nota do Sheriff.