Homem que roubou avião vazio disse à torre de controle que ‘aprendeu a pilotar no videogame’

Funcionário do aeroporto levantou voo, fez manobras e avião caiu a 29 milhas do aeroporto de Seattle; família está devastada

0
3580
Richard Russell sequestrou um avião e se matou em seguida
Richard Russell sequestrou um avião e se matou em seguida

Familiares do funcionário do aeroporto de Washington – que roubou um avião, decolou e caiu minutos depois – disseram que estão chocados e de coração partido depois do ocorrido na sexta-feira (10). À torre de controle Richard Russell, de 29 anos, disse que aprendeu a pilotar em um jogo on-line de simulação de voo e que não tinha intenção de machucar ninguém.

Vídeos gravados por testemunhas mostram o avião fazendo manobras até cair em posição vertical. Russell morreu na hora.

“Estamos completamente chocados e arrasados pelo que aconteceu. Jesus é o único que nos mantém unidos neste momento”, disse a família em comunicado. Eles disseram que Russell era um ‘ótimo marido, filho amável e excelente pai para o seu filho’. A família ainda deixou claro que o filho não tinha a intenção de machucar ninguém, mas que nunca vai saber o que realmente aconteceu.

Russell era funcionário da Horizon Air e trabalhava na pista do aeroporto de Seattle há três anos, carregando malas e fazendo outros tipos de serviço na pista. De acordo com o FBI, o incidente não tem nada a ver com terrorismo e o funcionário não tinha qualquer passagem pela polícia ou problemas mentais relatados por familiares ou colegas de trabalho.

Ele entrou sozinho em um avião com capacidade para 76 passageiros da Horizon Air às 7:32 da noite de sexta-feira, decolou a aeronave e começou a conversar com a torre de controle. Ele falou por quase uma hora, quando o avião caiu na Ketron Island.

Medidas de segurança

O incidente levantou uma questão de segurança nos aeroportos americanos, que já afirmaram que vão redobrar a atenção e adotar medidas para que funcionários não tenham acesso às cabines.

“Existe um protocolo que não permite que ninguém entre um avião sem autorização. Se a pessoa entrar no avião, outra pessoa tem que estar ciente e o funcionário tem que ter o direito de acessar a aeronave”, disse à CNN David Soucie, especialista em aviação.