ICE não vai suspender operações por causa do coronavírus

Órgão federal informa que não realiza operações em hospitais, mas que continuará “em busca de imigrantes indocumentados que ofereçam riscos à comunidade”

0
1248
Foto Divulgação ICE

O U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) informa que não vai interromper suas atividades de busca por imigrantes indocumentados em função da proliferação do coronavírus. O ICE publicou em seu website que não realizará prisões em hospitais “a não ser que seja um caso de extrema necessidade”. 

“Agências federais em todo o País, inclusive o ICE, estão acompanhando de perto essa pandemia. Enquanto nossos agentes continuarão suas operações diárias para realizar prisões criminais e civis, priorizando indivíduos que oferecem ameaça à segurança pública, nós estamos comprometidos com a saúde de nossos funcionários e do público em geral. É importante que as pessoas saibam que o ICE não realiza operações em hospitais e casas de saúde, exceto em casos extraordinários. A política do ICE evita que prisões sejam feitas em escolas, igrejas, hospitais, consultórios médicos e clínicas, a não ser que seja uma circunstância extrema”, reforça o ICE. 

Imigrantes que fazem check-in na Imigração e apresentam sintomas da doença devem acionar a agência a que reporta normalmente para reagendar a visita.

Juízes, promotores e advogados de imigração querem parar

Sindicatos que representam juízes de imigração e promotores protocolaram um pedido para que o trabalho nos tribunais imigratórios sejam interrompidos para evitar a proliferação do vírus. 

Três grupos – Associação nacional de Juízes de Imigração, Federação de Funcionários Federais e Associação de Advogados de Imigração – pedem ao Departamento de Homeland Security que os tribunais sejam fechados nesta segunda-feira (16).

“Pedimos urgência no fechamento dos tribunais de imigração devido à pandemia do coronavírus. Esse pedido é pelo bem dos nossos servidores e também de todos os envolvidos”, diz a carta em enviada ao DHS.