Idosa de 96 anos é presa após atropelar pedestre e fugir da cena em Pompano Beach

Infratora também teria tentado atropelar uma testemunha que tentou obriga-la a retornar ao local do acidente; pedestre segue internado em estado grave

0
2469
Renee Buchsbaum (foto:Broward Sheriff's Office)
Renee Buchsbaum (foto:Broward Sheriff's Office)

Uma mulher de 96 anos foi presa por atropelar um pedestre em Pompano Beach e fugir sem prestar assistência. O acidente aconteceu no dia 6 de julho. O boletim da prisão emitido pelo Pompano Beach Police Department nesta quarta-feira (14), identificou a infratora como Renee Buchsbaum.

O atropelamento foi registrado por volta das 3 p.m. em um curva na North Cypress Drive. O impacto com o automóvel lançou o pedestre no ar que caiu de cabeça no asfalto. A vítima teve uma perna e o tornozelo quebrados, sofreu hemorragia cerebral e várias contusões. Segundo os policiais, o indivíduo segue internado em um hospital no condado de Broward.

Uma outra motorista presenciou a cena e seguiu o carro de Buchsbaum até a West McNab Road, onde ela mora. A chegar no estacionamento, a testemunha saiu do carro e começou a gritar com Buchsbaum para voltar ao local. O relatório afirma que a acusada tentou atropelar a mulher com o carro, antes de concordar em retornar. O veículo envolvido no acidente era alugado pela empresa Enterprise Rent-a-Car.

Aos policiais, a idosa assumiu que fugiu do local porque tinha medo de ser presa. Uma câmera de segurança instalada próxima ao local registrou que Buchsbaum não respeitou uma placa de pare e estava dirigindo do lado errado da pista. Ela está sendo acusada de infração de trânsito, e de atropelamento envolvendo vítima em estado grave, além de fuga.

O mesmo carro envolvido no acidente já havia sido alugado anteriormente por ela entre os dias 29 de março e 11 de abril e devolvido com um amassado no para-choque dianteiro. Quando os funcionários da Enterprise perguntaram sobre os danos, a idosa disse que atingiu um pedestre, de acordo com o relatório das autoridades.

Na primeira aparição no tribunal de Broward, a juíza Phoebee Francois ordenou que ela não fosse mais autorizada a dirigir.