“Imagine um mundo onde é mais fácil conseguir um rifle AK-47 do que um visto”, diz Rihanna sobre ataques

Cantora fez duras críticas ao presidente depois da morte de 29 pessoas em dois tiroteios no fim de semana; “Seu país teve dois ataques terroristas um após o outro, em poucas horas, deixando quase 30 inocentes mortos”, comentou

0
2746
Rihanna (Foto: Reprodução/Instagram)

A cantora Rihanna usou as redes sociais para escrever uma carta aberta para o presidente Donald Trump após os tiroteios no Texas e em Ohio, que deixaram 29 mortes no intervalo de 13 horas nas cidades de El Paso e Dayton. Outras 53 pessoas ficaram feridas.

A cantora fez a publicação no Instagram respondendo a uma postagem do presidente americano onde ele escreve: “O tiroteio de hoje em El Paso, no Texas, não foi somente trágico, mas um ato de covardia. Estou com todos no País que condenam esse abominável ato de hoje. Não há razão ou desculpas que justifique matar pessoas inocentes”.

“Donald, você escreveu errado ‘terrorismo’. Seu país teve dois ataques terroristas um após o outro, em poucas horas, deixando quase 30 inocentes mortos. Isso, poucos dias após outro ataque terrorista na Califórnia, onde um terrorista foi capaz legalmente de comprar um rifle (AK-47) em Las Vegas, depois dirigir horas até um festival gastronômico em Cali, deixando seis pessoas mortas, incluindo um garotinho”, iniciou a cantora.

“Imagine um mundo onde é mais fácil conseguir um AK-47 do que um visto. Imagine um mundo onde eles constroem um muro para manter os terroristas dentro da América. Minhas orações e mais profundas condolências para seus familiares e pessoas queridas de todas as vítimas e as comunidades afetadas e traumatizadas do Texas, Califórnia e Ohio. Eu lamento muito suas perdas. Ninguém, merece morrer assim. Ninguém”.

Após os tiroteios, Trump falou em controle de venda de armas e pediu de republicanos e democratas uma lei que obrigue vendedores de armas a checar com maior rigor os antecedentes criminais dos clientes.

No domingo (4), ele tinha dito que seu governo já havia feito muito para impedir ataques como os dois recentes, mas que “talvez mais tenha que ser feito”. “Muitas coisas estão em andamento. Nós fizemos muito mais do que a maioria dos governos. Nós fizemos realmente muito. Mas talvez mais tenha que ser feito”, disse Trump.