Imigração já atingiu cota para recebimento de vistos H1B

Visto de trabalho para estrangeiros é um dos mais concorridos e só é possível a solicitação uma vez ao ano

0
4677

O U.S. Citizenship and Immigration Services (USCIS) anunciou, nesta sexta-feira (7), que já atingiu a cota máxima para recebimento de processos de vistos H1B para o ano fiscal de 2018.  Em comunicado, o USCIS, que começou a receber as aplicações para o visto no dia 3 de abril, informou que recebeu 65 mil vistos H1B para profissionais e a cota adicional de 20 mil para formados em universidades americanas.

A cota de vistos H1B é distribuída por meio de um sorteio computadorizado. Depois de terem sido designados, o órgão devolve as solicitações que não foram contempladas.

O USCIS disse também que continuará recebendo solicitações de vistos H1B que não estão vinculados à cota anual designada pelo Congresso e que se relacionam com pedidos para ampliar o tempo de permanência do trabalhador nos Estados Unidos, mudança nas condições de emprego ou mudança de empregador do portador do visto.

O visto H1B é usado principalmente pelos trabalhadores da indústria de alta tecnologia e são destinadas aos profissionais estrangeiros com título universitário que desempenham trabalhos especializados que exigem conhecimentos teóricos ou técnicos. A lista de profissionais inclui cientistas, engenheiros, jornalistas e programadores de computadores, entre outros.

 Fim do premium processing

Este ano está suspenso o premium processing para o visto H1B, eliminando a opção de encurtar o tempo de espera pelo visto. No sistema premim, as companhias que apresentassem as aplicações a tempo podiam pagar uma tarifa extra para acelerar o processo.

O Processamento Premium custava adicionalmente $1.225 e permitia uma resposta do USCIS em até 15 dias ou o dinheiro era devolvido. O tempo de processamento padrão das aplicações do H-1B, aquelas que não são Premium, demora entre três e seis meses. A suspensão entrou em vigor a partir de 3 de abril e poderá durar até seis meses, segundo o USCIS.