Imigração só com emprego garantido

Embora o visto EB-3 proporcione algumas oportunidades, é fundamental que o aplicante tenha proposta de trabalho de uma empresa americana

0
2078
Advogada Kris Lee
Advogada Kris Lee

Por Kris lee*

O governo dos Estados Unidos vem flexibilizando as determinações da administração anterior de fechamento de fronteiras e facilitando a imigração de estrangeiros seja para atrair investimentos, seja para trazer força de trabalho para áreas carentes de mão de obra. O visto EB-3 concede autorização de trabalho nos Estados Unidos baseado numa oferta de emprego e concede o Green Card para o proponente e sua família.

Kris Lee, advogada e sócia da LeeToledo PLLC, escritório de advocacia especializado em Imigração, ressalta que não basta só ter interesse e qualificações para imigrar para os Estados Unidos. “O visto EB-3 é concedido em duas situações: para profissionais qualificados, chamados nos Estados Unidos de skilled ou professional, e também para trabalhadores que atuam em funções que não exijam formação ou experiência específica, denominados unskilled. E nessas duas condições é exigido que o interessado tenha proposta de emprego oferecida por uma empresa que tenha sede no país”, orienta.

O skilled worker deve comprovar que tem experiencia mínima de 2 anos e/ou treinamento equivalente na área específica da contratação. 

Na categoria professional, o aplicante precisa ter nível superior ou equivalente dentro dos Estados Unidos e precisa demonstrar que a formação está dentro da área em que ele vai trabalhar no país. Neste caso, o proponente precisa solicitar a convalidação de grade curricular do Brasil com os Estados Unidos. Ele também precisa demonstrar ter pelo menos dois anos de experiência ou de treinamento na vaga que vai preencher.

Entretanto, é importante observar que esta modalidade de visto não pode ser aplicada para uma vaga sazonal ou temporária pois, nesse caso, é necessária a solicitação de outro tipo de visto, no caso o H-2, de modo que é necessário ter proposta de emprego definitivo nos Estados Unidos para o EB-3. O visto EB-3 é concedido em duas situações: para profissionais qualificados, chamados nos Estados Unidos de skilled ou professional, e também para trabalhadores que atuam em funções que não exijam formação ou experiência específica, denominados unskilled. E nessas duas condições é exigido que o interessado tenha proposta de emprego oferecida por uma empresa que tenha sede no país”

Já para os trabalhadores unskilled, não é exigido que o proponente tenha dois anos de treinamento nem a necessidade de formação superior. “Na verdade, a pessoa não precisa ter qualquer tipo de experiência na área em que vai atuar, nem é exigida fluência no idioma inglês para a entrevista no consulado nem para ser contratado nessa modalidade de visto. Óbvio que, por mudar para um país em que se fala outra língua, é fundamental que a pessoa saiba o mínimo para se comunicar”, observa Kris Lee.

Por outro lado, há outras exigências feitas pelo governo americano para poder aplicar para o visto EB-3. “Embora essa categoria não exija uma série de requisitos adicionais como em outros vistos para imigrantes,  também não é um processo rápido como muitas pessoas imaginam. Entre os pré-requisitos necessários para solicitar esse visto de trabalho, é importante não ter registro criminal e gozar de boa saúde porque quando o proponente vai fazer um processo de imigrante para aquisição do Green Card, terá que fazer um exame médico”, informa Kris.

Por outro lado, ressalta que as despesas financeiras para obtenção do visto EB-3 são bem menores que as do EB-5. Por exemplo, não é necessário comprovar nenhum tipo de investimento, adquirir propriedades ou outro tipo de investimento financeiro em qualquer negócio. 

Entretanto, a advogada alerta para estar atento a algumas burocracias adicionais exigidas para poder entrar com um processo de EB-3, por exemplo, o Labor Certificate, ou seja, uma autorização do Departamento de Trabalho dos Estados Unidos. “Por se tratar de uma documentação relativamente complexa para leigos, é recomendável a contratação de um advogado especializado em imigração para poder fazer todos os trâmites com segurança, como preenchimento de um formulário específico, fazer a petição, juntar os documentos e encaminhar tudo para processamento”, indica Kris.

Na sequência, o processo pode ser encaminhado para analise perante a USCIS. 

Caso o proponente seja aprovado na entrevista, ele está liberado para mudar para os Estados Unidos, legalmente, junto com a sua família — seu cônjuge e filhos menores de 21, solteiros e não emancipados — e tem a liberação para trabalhar legalmente no país.

*Attorney Y. Kris Lee (licensed in DC and NY) exclusively practices immigration law in the State of Florida • (202)-960-4441

Disclaimer: As informações neste artigo não são, nem se destinam a ser aconselhamento jurídico. Você deve consultar um advogado para obter conselhos sobre sua situação individual. Você pode entrar em contato conosco através de nossos e-mails ou telefones. O contato conosco não cria uma relação advogado-cliente. Nunca envie nenhuma informação confidencial até que uma relação advogado-cliente tenha sido estabelecida.