Implantes de próteses mamárias podem estar ligados a um tipo de câncer, alerta FDA

Tumores se formam no tecido cicatricial, ao redor dos implantes; mulheres diagnosticadas com a doença perceberam os sintomas como inchaço, dor e caroços, até um ano após a operação

0
1015
Alerta foi emitido pelo órgão nesta quinta-feira (8)/ foto: flickr

A Food and Drug Administration (FDA) informou na quinta-feira (8), que recebeu dez relatórios médicos relacionando implantes mamários a carcinoma de células escamosas; um tipo de câncer. Segundo a agência, os tumores malignos são raros, mas é preciso alertar as mulheres que têm ou pensam em adquirir um prótese mamária. Cerca de 400 mil mulheres se submetem a cirurgias de aumento dos seis anualmente nos EUA . Ao menos 300 mil são por razões estéticas, e 100 mil para reconstrução após mastectomias, de acordo com dados do FDA.

Cientistas já haviam associado um câncer incomum chamado linfoma anaplásico de células grandes (ALCL) a próteses texturizadas. Este outro tipo de câncer, conforme a descoberta, se forma no tecido cicatricial ao redor dos implantes.

As autoridades confirmaram que algumas mulheres diagnosticadas com a doença perceberam os primeiros sintomas  como inchaço, dor e caroços nos seios até um ano após a operação.  Em 2021, a FDA colocou uma tarja de advertência em rótulos de  implantes mamários, alertando que eles estavam ligados a uma série de condições médicas crônicas, incluindo câncer. Pacientes fumantes e mulheres que têm lúpus ou diabetes correm maior risco de complicações.