Incêndio em prédio de 24 andares mata pelo menos 12 e deixa 74 feridos em Londres

As autoridades ainda não sabem o que causou o incêndio considerado um dos maiores da história da cidade

0
2627
Incêndio matou pelo menos seis pessoas e deixou dezenas de feridos
Incêndio matou pelo menos seis pessoas e deixou dezenas de feridos

As autoridades ainda não sabem o que causou um incêndio em um prédio de 24 andares e 120 apartamentos em Londres, que matou pelo menos 12 pessoas e feriu 74, sendo 20 em estado grave. Ainda não há informações sobre o que teria provocado as chamas na Grenfell Tower, que passou por uma reforma em 2016.

O prédio foi construído em 1974 e fica em North Kensigton, no oeste da cidade. Embora tenham cogitado mais cedo, os bombeiros descartaram o risco de desabamento. O edifício fica a 2,7 km da residência do príncipe Willian e da sua mulher, Kate Middleton.

Mais cedo, o chefe da Brigada de Incêndio de Londres, Dany Cotton, disse que houve uma “série de mortes”, mas disse que não poderia confirmar o número vítimas por causa do “tamanho e da complexidade” do edifício.

Testemunhas disseram em redes sociais que pessoas pularam da torre em chamas. Uma testemunha da tragédia contou à agência EFE que um bebê foi lançado do nono ou décimo andar do prédio.

Em uma das janelas, no nono ou décimo andar, havia uma mulher fazendo sinais, explicando que ia jogar seu bebê e pedia que alguém o segurasse”, contou Samira Lamrani.

Outras gritavam pedindo ajuda para que seus filhos fossem resgatados. Os bombeiros também buscam sobreviventes. Um morador do 7º andar disse à BBC que o alarme de incêndio não tocou.

Cerca de 200 bombeiros, a polícia e os serviços de ambulâncias foram mobilizados. Por volta de 5h (horário local), as chamas foram controladas, mas ainda era possível ver focos de incêndio em alguns andares mais altos.

Os bombeiros foram chamados por volta da 1h15 local para apagar o incêndio no edifício. Dezenas de pessoas, moradores ou não do edifício, saíram às ruas, muitos apenas de pijama.

Como parte da estrutura foi consumida pelo fogo e os bombeiros chegaram a cogitar o risco de colapso, a polícia esvaziou residências vizinhas.

O incêndio é um dos maiores registrados em Londres. “Nunca vi nada parecido com esse incêndio em 29 anos de trabalho”, declarou o chefe da Brigada de Incêndio de Londres. (Com informações do G1 e agências de notícias).