Infarto fulminante mata Paulo Henrique Amorim

Jornalista tinha 76 anos e estava afastado da TV Record

0
3543
Paulo Henrique Amorim, durante recente evento em São Paulo (Foto: Paulo Pinto)

Um infarto fulminante em casa matou na madrugada desta quarta-feira (10 de julho) o jornalista Paulo Henrique Amorim. O carioca tinha 76 anos e trabalhou em diversos veículos de comunicação, entre eles a TV Record, seu último emprego. Ele deixa a mulher, a também jornalista Geórgia Pinheiro, e uma filha.

Amorim não escondia suas discordâncias em relação ao presidente Jair Bolsonaro e fez muitas críticas aos rumos do país no Domingo Espetacular, que apresentava na Record. Esse posicionamento provavelmente foi a causa de seu afastamento recente do programa, depois que a emissora sofreu pressões de apoiadores do governo.