Influencer brasileira é banida da Disney após denunciar assédio

Julia Olympio disse que foi fotografada sem autorização por um homem na fila de uma atração e, ao questioná-lo e tentar pegar o celular, acabou o arranhando no braço; ela foi acusada de agressão e teve que deixar o parque

0
3622
Julia Olympio foi banida da Disney (Foto Reprodução Instagram)

“Um pesadelo chamado Disney”, assim definiu a influenciadora digital brasileira, Julia Olympio, de 25 anos, os momentos que passou após denunciar que tinha sido assediada por um homem na fila de uma atração.

Segundo a jovem, ela estava acompanhada do namorado aguardando na fila de uma atração, quando um homem começou a fotografá-la. Ela se sentiu constrangida e foi tirar satisfação. Ainda de acordo com seu depoimento nas redes sociais, ela tentou puxar o celular da mão do homem e acabou o arranhando.

“Ontem na fila de um brinquedo um boliviano começou a tirar inúmeras fotos das minhas partes íntimas descaradamente, ao pedir o celular dele para excluir as fotos, ele começou a negar então tentei pegar o celular nisso acabei arranhando ele (sic), chamei a polícia e simplesmente EU fui banida da Disney, pois ele alegou que eu agredi ele (sic)! O que mais me espanta são as mulheres comentando que a errada fui eu em me defender, sendo que EU que chamei a polícia. Agora me falem se fosse você em um ônibus e um cara começasse a tirar fotos da sua bunda que reação você teria?, escreveu Julia em sua página no Instagram.

Indignada com a situação, a jovem procurou funcionários da Disney, que perguntaram se ela gostaria de acionar a polícia. Enquanto as autoridades não chegavam, ela conta que o homem apagou as fotos do celular.

“Eu queria muito que ele fosse preso, que acontecesse alguma coisa, porque isso é assédio. Mas, resumindo: a polícia veio e ele alegou para polícia que a gente bateu nele, sendo que não batemos hora nenhuma”, disse.

Depois que o homem mostrou os arranhões para a polícia, Julia e o namorado foram obrigados a se retirar e acabaram banidos. Eles não poderão visitar nenhum parque, resort ou restaurante que seja ligado ao complexo de entretenimento.