Irã pode fornecer equipamentos de combate à Rússia, segundo os EUA

O governo iraniano deverá armar os russo com centenas de drones bélicos

0
261
Jake Sullivan acredita que a ajuda do Irã é sinal que a Rússia está com reduzido estoque de armas (Foto: Reprodução – Twitter)
Jake Sullivan acredita que a ajuda do Irã é sinal que a Rússia está com reduzido estoque de armas (Foto: Reprodução – Twitter)

Informações confidenciais da Inteligência norte-americana acendem sinal de alerta no mundo. “O governo iraniano está se preparando para fornecer à Rússia até várias centenas de UAVs (veículos aéreos não tripulados, na sigla em inglês), incluindo UAVs com capacidade de armas, em um cronograma acelerado”. Esta foi a acusação de Jake Sullivan, conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, divulgada à imprensa. E informou que o Irã está se preparando para treinar forças russas para usar esses drones, provavelmente já neste mês de julho.

Nessa guerra de drones bélicos, os próprios EUA e outros aliados já forneceram à Ucrânia muitos tipos de UAVs. Um desses equipamentos armados é o Bayraktar, fabricado na Turquia, e que já foi alvo de interesse do alto escalão ucraniano – que observou as apresentações desses equipamentos pelas forças armadas da quase vizinha Lituânia.

Os UAVs têm sido utilizados pelos dois lados na guerra, tanto para lançar mísseis e ataques menores, como para fazer reconhecimento de território para o avanço de tropas terrestres.

A revelação de Sullivan foi feita às vésperas da viagem do presidente Joe Biden a Israel e Arábia Saudita. A decisão dos EUA de revelar publicamente que o principal rival regional dos dois países estaria ajudando a rearmar a Rússia ocorre quando israelenses e árabes resistem em unir esforços globais para punir a Rússia por sua invasão à Ucrânia.