Joe Biden nega acusação de abuso sexual contra ex-assessora

Pré-candidato Democrata à presidência foi acusado de "atacar" ex-funcionária em 1993

0
802
Discurso oficial deve acontecer por volta para 12 p.m (foto: flickr)
Discurso oficial de posse deve acontecer por volta para 12 p.m (foto: flickr)

O pré-candidato do Partido Democrata à presidência, Joe Biden, negou que tenha abusado sexualmente de uma ex-assessora, Tara Reade. “As acusações não são verdadeiras. Isso nunca aconteceu”, afirmou ele.

Biden afirmou que havia requisitado à Secretaria do Senado que peça aos Arquivos Nacionais para “identificar qualquer registro de queixa que ela alega ter apresentado e disponibilizar isso”. 

A ex-funcionária do Senado, Tara Reade tornou pública a acusação de que Biden a teria atacado sexualmente nos anos 1990. Biden, que foi senador por Delaware entre 1973 e 2009, não havia ainda tratado publicamente do assunto.

Em entrevista à agência Associated Press, a ex-assessora afirmou que o abuso ocorreu no subsolo de um dos prédios de escritórios do Capitólio, no primeiro semestre de 1993. Ela relata que Biden a empurrou contra a parede, a apalpou e a tocou nas partes íntimas. ”Ele estava cochichando algo para mim e tentava me beijar ao mesmo tempo enquanto perguntava se eu queria ir a outro lugar”, relata Reade. Em seguida, ela o empurrou.

“Eu me lembro de querer dizer para ele parar, mas não sei se gritei ou se apenas pensei nisso. Estava meio congelada”, disse.

Não é a primeira vez que Reade acusa Biden, que ocupou a vice-presidência dos EUA durante o governo de Barack Obama (2009-2016). No ano passado, a ex-funcionária do Senado disse que o democrata a “tocou de maneira inapropriada”.

Reade também disse que um outro assessor de Biden no Senado a pedia para “se vestir mais modestamente” e que ela “não fosse tão sexy”.

Biden deve ser o candidato presidencial do Partido Democrata na disputa com o presidente Donald Trump em novembro ano. Nessa posição, ele disse que “eu devo prestar contas ao povo americano”. “Nós temos vivido tempo suficiente com um presidente que não acredita que deva prestar contas a ninguém”, afirmou, em uma crítica a Trump. (Com informações da Associated Press e Estadão Conteúdo)