Jogador brasileiro é deixado para trás em hotel na Ucrânia: “Isso não se faz”

Pelas redes sociais, o atleta disse que estava em outro andar do hotel quando a comitiva brasileira foi resgatada: “Cheguei no quarto e não tinha ninguém”

0
2792
Jonathan Bruno Santiago, conhecido como Moreno, é jogador de futebol profissional da Ucrânia (foto: Instagram)

O catarinense Jonatan Bruno Santiago, que joga futebol profissional no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia,  foi às redes sociais para dizer que havia sido deixado para trás pelos colegas brasileiros que estavam hospedados no mesmo hotel em Kiev. Desde que os ataques da Rússia ao território ucraniano começaram, há cinco dias, jogadores de vários países, incluindo Brasil,  saíram de suas casas apenas com algumas peças de roupa e se refugiaram em quartos. Em um video gravado na quinta-feira (24), os brasileiros clamaram ao Itamaraty para regatá-los. Na sexta-feira (25), o governo do Brasil anunciou que seriam disponibilizadas vagas em um trem que partiria de Kiev.

Acontece que, quando a comitiva recebeu o aviso para deixar o hotel e embarcar no trem, Jonatan estava em outro andar, e não foi avisado da partida. “Almoçamos às 1:30 pm e depois subi para o quarto para tomar um banho. E quando descí, às 4:30 pm, simplesmente não tinha mais ninguém”, declarou o atleta. Segundo ele, um dos conterrâneos que estava no trem o enviou uma mensagem: “Ele falou: ‘pô, tu não está aqui?’. A minha mala estava lá embaixo, passei o dia inteiro ontem com eles e ninguém pensou em chamar?”, disse.

Ao todo, 41 jogadores nascidos no Brasil atuam no futebol ucraniano, segundo a ESPN. Apesar da frustração, Jonatan disse que deseja toda a sorte para os que conseguiram deixar a Ucrânia: “Ali tem criança pequena. Que eles cheguem bem. Desejando sorte, mas isso não se faz”, lamentou.