Jovem que matou ex durante ato sexual deixa prisão para se casar com detento

Casal se conheceu no presídio feminino onde o noivo foi ajustar a tornozeleira e se apaixonou

0
2515
Casal de detentos se casou em Rondônia
Casal de detentos se casou em Rondônia

A detenta Vânia Basílio Rocha, de 21 anos, se casou na última semana em Rondônia com Luiz Fernando dos Santos, de 31 anos, preso por assalto. A jovem é condenada por matar o ex-namorado a facadas, durante o ato sexual, em dezembro de 2015. O casal recebeu autorização da Justiça para oficializar a união em um cartório da cidade de Vilhena (RO).

Vânia chegou ao cartório escoltada por agentes do presídio feminino. Ela não usou um vestido branco e manteve o tradicional uniforme prisional para dizer “sim” ao noivo.

Já o noivo estava acompanhado de militares do Corpo de Bombeiros, onde cumpre pena. A imprensa não foi autorizada a fazer registros dentro do cartório.

Após o casamento, Vânia retornou para a unidade prisional e Luiz Fernando para o batalhão. Segundo a direção do presídio feminino, como o casamento aconteceu após a prisão deles, é necessário autorização judicial para que haja visitas entre eles.

Atualmente, o casal não dispõe dessa autorização e vai continuar se relacionando por cartas. Os presos não recebem nenhum benefício em virtude do casamento.

Luiz Fernando conheceu Vânia no presídio feminino, onde funciona também a instalação de tornozeleira eletrônica. Ele estava na unidade para fazer manutenção no dispositivo. Na ocasião, a viu e se interessou por ela. Depois disso, ele enviou uma carta para um programa de rádio evangélico e ofereceu uma música à Vânia.

Após alguns dias, ela também enviou uma carta ao programa e ofereceu uma música a ele. Eles continuaram enviando cartas para a rádio e depois começaram a trocar correspondências diretamente, entregues por familiares ou amigos.