Juiz dá até o dia 1º de fevereiro para Avianca Brasil apresentar plano para pagar dívidas

Companhia aérea estava prestes a perder aviões e conseguiu mais 15 dias para apresentar plano para pagamento das dívidas

0
1398
Avianca enfrenta grave crise financeira
Avianca enfrenta grave crise financeira

A Avianca Brasil conseguiu na segunda-feira (14) prorrogar por 15 dias a suspensão da reintegração de posse de parte da sua frota. Se a Avianca não apresentar até 1º de fevereiro uma proposta de pagamento das dívidas vencidas ou um plano de devolução dos aviões às empresas arrendadoras, a reintegração de posse das aeronaves será automática. As informações são do UOL.

Por outro lado, caso a Avianca cumpra essas obrigações, mas os arrendadores das aeronaves não concordem com as propostas apresentadas pela companhia aérea, haverá outra audiência para decidir se os aviões serão devolvidos ou não.

A nova prorrogação da suspensão da reintegração de posse dos aviões ajuda a empresa a atravessar o período de alta temporada de vendas de verão.

Em nota divulgada após o fim da audiência, a empresa afirmou que está operando normalmente e que seus pousos e decolagens estão mantidos nos cronogramas estabelecidos anteriormente.

“A companhia comunica que, no momento, segue com foco total na continuidade de suas operações e na elaboração do plano de recuperação judicial, que será apresentado em breve”.

Já foram devolvidas três aeronaves, mas, segundo a empresa, a medida já estava prevista e planejada desde agosto de 2018. As devoluções, segundo a empresa, fazem parte de “um processo de adequação da frota à demanda de passageiros e reestruturação da malha da empresa ao cenário atual do país”.

A questão crucial para a Avianca Brasil agora é garantir que as vendas de passagens não sejam afetadas pelo noticiário negativo, comprometendo as receitas futuras. Ao pedir recuperação judicial, em dezembro, a companhia disse que corria o risco de deixar sem voar 77 mil passageiros com bilhetes comprados.

Ao obter a concessão do pedido de recuperação judicial na ocasião, a Avianca Brasil também recebeu uma decisão judicial favorável prorrogando o prazo de proteção contra os pedidos de retomada dos aviões com possibilidade de renovação.