Juiz Federal derruba questão sobre cidadania no Censo 2020

O censo constitucionalmente obrigatório deve contar todos os que vivem nos EUA

0
909
Questão do Census 2020 sobre Cidadania foi derrubada
Questão do Census 2020 sobre Cidadania foi derrubada

A administração Trump não poderá mais colocar uma questão sobre o status de cidadania entre as perguntas do formulário do Censo de 2020. Isso porque um juiz federal em New York decidiu derrubar a medida anunciada pelo presidente.

Em uma decisão de 277 páginas que não será a palavra final sobre o assunto, o Juiz Jesse Furman determinou que, embora tal questão seja constitucional, o secretário do Comércio, Wilbur Ross, decidiu adicionar o censo de forma arbitrária e não seguiu os procedimentos administrativos adequados.

Entre outras coisas, o juiz disse que Ross não seguiu a lei que exige que ele desse ao Congresso três anos de antecedência para qualquer plano de adicionar uma pergunta sobre cidadania ao Censo.

O censo constitucionalmente obrigatório deve contar todos os que vivem nos EUA, incluindo não cidadãos e imigrantes que vivem no país ilegalmente. A equipe do Censo estimou que acrescentar à questão sobre cidadania poderia prejudicar respostas em domicílios onde reside pelo menos um imigrante indocumentado. Isso pode ser particularmente prejudicial em estados como NY York, Califórnia, Massachusetts e Flórida, onde têm grandes populações imigrantes.