Juiz ordena que Trump devolva $2 milhões desviados de instituição de caridade para a campanha de 2016

Presidente admitiu que desviou indevidamente fundos de sua própria instituição, a Trump Foundation, para despesas da campanha de 2016

0
1054
Os imóveis comerciais de Trump representam cerca de três quartos de seu patrimônio líquido
Os imóveis comerciais de Trump representam cerca de três quartos de seu patrimônio líquido

Um juiz de New York ordenou que Donald Trump pague $2 milhões em restituições depois que o presidente admitiu ter usado fundos da sua própria fundação para a campanha de 2016.

A ordem partiu na quinta-feira (6), emitida pelo juiz do Supremo Tribunal de Justiça do estado de New York, Saliann Scarpulla, como resultado de uma ação impetrada pela promotoria geral do estado relativa a violações nas leis estaduais para instituições sem fins lucrativos.

A decisão foi baseada no argumento de que a Trump Foundation promoveu uma arrecadação de fundos pela TV em Iowa que foram depois desviados para pagar despesas da campanha política do então candidato à presidência em 2016.

A procuradora-geral do estado de New York, Letitia James, disse em nota que ela chegou a um acordo com Trump para resolver o caso sem necessidade de julgamento. Ela disse que Trump admitiu “usar indevidamente fundos da Trump Foundation”.

O acordo envolve também os filhos de Trump, Donald Trump Jr., Ivanka Trump e Eric Trump, que fazem parte da diretoria da fundação.