Juíza concede à imigrante salvadorenha proteção contra o ICE

Roxana Orellana Santos tinha sido presa no dia 8 de janeiro após ganhar na Justiça um processo contra o ICE

0
1945
Um juiz federal garantiu um temporary restraining order contra o ICE para a salvadorenha (Kevin Rector Baltimore Sun)
Um juiz federal garantiu um temporary restraining order contra o ICE para a salvadorenha (Kevin Rector Baltimore Sun)

A juíza Catherine C. Blake emitiu uma ordem de restrição contra o U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) favorável a imigrante de El Salvador, Roxana Orellana Santos, que foi presa no dia 8 de janeiro, após comparecer à uma audiência sobre outro caso. A ordem da juíza foi emitida no dia 14 de janeiro. O fechamento parcial do governo americano não influencia os tribunais de imigração quando se refere a pessoas presas.

De acordo com o jornal Baltimore Sun, o ICE não pode deportar Roxana até que o caso seja novamente julgado. A ordem não garante que ela seja libertada, mas é ‘um grande passo para tal’, disse o advogado de Roxana, Nicholas Katz.

Segundo o advogado, a imigrante já tinha cumprido seus check-ins com o ICE desde que havia sido presa em 2008 injustamente, de acordo com um processo na justiça em Maryland.  Na época, policiais a abordaram enquanto ela estava em seu carro estacionado, comendo um lanche. Os advogados conseguiram provar que a prisão da imigrante feria o Fourth Amendment, que protege contra buscas e apreensões arbitrárias.