Juíza Susan Bolton desperta amor e ódio no Arizona

0
986

Após decisão de bloquear partes da lei SB 1070, magistrada recebeu ameaças

Não há como agradar gregos e troianos, muito menos no Arizona, onde a questão da imigração muitas vezes provoca debates acirrados e até mortes Por isso já era de se esperar que a juíza federal Susan Bolton – responsável pela decisão de bloqueio de parte da polêmica Lei SB 1070, que criminaliza os indocumentados, despertasse na população daquele estado amor e ódio na mesma proporção.
Por isso, além de elogios recebidos de ativistas e imigrantes, especialmente em relação a sua independência, a magistrada também foi ameaçada por grupos que apoiam a governadora Jan Brewer. Segundo autoridades locais, Bolton recebeu “milhares” de telefonemas e emails de pessoas criticando a sua posição no caso. “Alguns decidiram expressar sua frustração e descontetamento através de uma forma perversa”, admitiu o encargado da segurança do sistema jurídico no Arizona, David Gonzales.
Ele disse que muitas mensagens não são suficientemente sérias, por isso nem foram levadas em consideração pela polícia, nem soube precisar se tais atitudes vieram de grupos xenófobos, que há muito exigem do governo estadual uma medida mais enfática contra os indocumentados. Gonzales revelou, no entanto, que a segurança de Bolton foi reforçada.