Fourth of July: o aniversário dos Estados Unidos da América

Dia é comemorado como a data de nascimento da nação americana, com festas, desfiles e espetáculos de fogos de artifício por todo País

0
974

O dia 4 de julho marca a data mais importante da história dos Estados Unidos. Foi neste dia, em 1776, que foi aprovada e assinada pelos representantes das Treze Colônias Originais a Declaração de Independência, documento histórico redigido por Thomas Jefferson. A partir de 1941 o dia passou a ser feriado nacional e é celebrado como a data de nascimento dos Estados Unidos da América, com festas, desfiles e espetáculos de fogos de artifício por todo País. Este ano, o feriado será na segunda-feira (5), já que o Fourth of July, nome oficial da efeméride, cai num domingo.

Um Pouco de História

Acossados pela pressão de muitos deveres e poucos direitos como cidadãos, simbolizada no fato de que pagavam impostos à coroa britânica mas não tinham a representação devida, os habitantes do Novo Mundo há tempos vinham sonhando com livrar-se do domínio britânico para ganhar autonomia como nação. Ao perceberem que o colonizador recusava-se a aceitar uma emancipação pacífica, começaram um movimento que resultou na Guerra Revolucionária, em abril de 1775. De início, não houve a adesão de todos, mas no ano seguinte, graças ao aumento das hostilidades e um crescente desejo de independência na população, o movimento ganhou força e impulso.

No dia 7 de junho de 1776, o Congresso Continental (espécie de governo das Treze Colônias Originais) reuniu-se na Philadelphia, e o delegado da Virginia, Henry Lee, entrou com uma moção pela independência das Colônias. Em meio à polêmica, a votação da proposta foi adiada, mas uma comissão formada por Thomas Jefferson, John Adams, Roger Sherman, Benjamin Franklin e Robert Livingstone ficou encarregada de redigir um manifesto justificando as razões para o rompimento com a coroa britânica.

No dia 2 de julho, o Congresso reuniu-se novamente e desta vez votou a favor da proposta de Henry Lee pela independência. Dois dias depois, o Congresso adotou formalmente a Declaração de Independência, redigida em grande parte por Thomas Jefferson. O dia 4 de julho, assim, ficou marcado como o dia em que nasceram os Estados Unidos da América como nação.

A Grã-Bretanha não reconheceu a decisão, e a Guerra Revolucionária continuou até 1783, com a vitória dos Estados Unidos, ajudados por forças francesas e espanholas. No dia 3 de setembro daquele ano, a Grã-Bretanha reconheceu formalmente a independência dos Estados Unidos, assinando a paz no Tratado de Paris, oito anos depois do começo do conflito.

Estava livre a nação que logo se tornaria a mais poderosa do mundo.