Local Manchete

Kamala Harris visita a Flórida e defende direito ao aborto no estado

A vice-presidente escolheu o território do governador Ron DeSantis para comemorar o 50º aniversário de Roe v. Wade, a decisão histórica que foi anulada há seis meses pela Suprema Corte dos EUA, eliminando as proteções federais ao aborto.

Kamala Harris visita Tallahassee para o aniversário de Roe v. Wade. Foto: USA Today Network

A vice-presidente Kamala Harris visitou a Flórida no domingo (22) para realizar uma manifestação em apoio aos direitos reprodutivos. Harris disse a um público de 1.200 pessoas, em Tallahassee, que as restrições ao aborto são projetadas por “extremistas” e questionou a liberdade do “estado livre da Flórida”. A vice-presidente escolheu o território do governador Ron DeSantis para comemorar o 50º aniversário de Roe v. Wade, a decisão histórica que foi anulada há seis meses pela Suprema Corte dos EUA, eliminando as proteções federais ao aborto.

“Podemos ser verdadeiramente livres se os chamados líderes afirmam estar na, e cito, ‘vanguarda da liberdade’ enquanto ousam restringir os direitos do povo americano e atacar os próprios fundamentos da liberdade?” Harris questionou. A lei da Flórida proíbe o aborto após 15 semanas de gravidez e não oferece exceções para gestações resultantes de estupro, incesto ou tráfico humano, mas o faz em caso da mãe ter a saúde ameaçada ou se o bebê tiver uma “anormalidade fetal fatal”.

No discurso de 18 minutos, Harris anunciou um plano federal de acesso a um medicamento abortivo com venda sob prescrição médica. “Tenho o prazer de anunciar que o presidente Biden emitiu um memorando presidencial sobre esta questão. Membros de nosso gabinete e nossa administração estão agora orientados a identificar barreiras ao acesso de medicamentos prescritos e recomendar ações para garantir que os médicos possam prescrever legalmente, que as farmácias possam vender e que as mulheres possam garantir medicamentos seguros e eficazes”, afirmou a vice-presidente.

Baixe nosso aplicativo