Laudo médico confirma suicídio como causa da morte do cantor Chris Cornell

Ídolo do Soundgarden tinha esposa e três filhos e família garante que ele não sofria de depressão

0
2070
Chris Cornell se enforcou
Chris Cornell se enforcou

DA REDAÇÃO – Um laudo médico confirmou a causa da morte de Chris Cornell como suicídio por enforcamento, segundo a agência de notícias The Associated Press. O cantor, de 52 anos, um dos grandes ídolos do grunge e vocalista do grupo Soundgarden foi encontrado morto no banheiro de uma casa de shows de Detroit, após uma apresentação do grupo.

Um amigo da família ligou para o serviço de emergência (911) por volta da meia-noite de quinta-feira (18) depois que foi verificar a presença de Cornell e encontrou o músico “sem resposta” no chão do banheiro do MGM Grand, onde o Soundgarden havia se apresentado. Quando o serviço de emergência chegou, Cornell foi declarado morto no local.

O representante do cantor, Brian Bumbery, resumiu que a morte de Cornell foi “súbita e inesperada”, segundo informou a CNN, que reportou também que a família está chocada.

Cornell nasceu em Seattle, Washington, berço do grunge. Em 1984 fundou o Soundgarden, uma das quatro bandas símbolos do movimento grunge, ao lado do Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam.

Depois de também participar no projeto Temple of the Dog, no início dos anos 2000 Cornell se uniu a três ex-integrantes do Rage Against The Machine e criou a banda Audioslave. O grunge foi muito popular entre 1991 e 1994, ano em que o Soundgarden chegou ao primeiro lugar nas paradas dos Estados Unidos com o álbum Superunknown.

Cornell, vocalista também do Audioslave, postou no Twitter uma declaração de amor à mulher, Vicky Karayiannis, três dias antes de morrer.  “Para minha Vicky, você é um anjo e uma leoa. A mãe perfeita e a mulher perfeita. Eu te amo! Feliz dia das mães”, escreveu no domingo (14). Os dois são casados desde 2004.

Cornell havia se apresentado na mesma noite no Fox Theatre, em Detroit (EUA). Nesta quinta (18), ele participaria do festival Rock the Range, em Columbus, também nos EUA.

Segundo o site TMZ, que cita fontes próximas a Vicky, a mulher do cantor chegou a falar com ele antes do show em Detroit e disse que o cantor não apresentava quaisquer sinais de depressão ou comportamento suicida. Além da mulher, Cornell deixa três filhos, de 16, 12 e 11 anos.