Lives de sertanejos são alvos de hackers no Brasil

Donos de canais com transmissões fake divulgaram QR codes e contas falsas para recebimento de doações que deveriam ser destinadas a famílias afetadas pela pandemia

0
1354
Lives de sertanejos foram alvos de hackers (Foto: Arte Movimento Country)
Lives de sertanejos foram alvos de hackers (Foto: Arte Movimento Country)

Em tempos de pandemia e confinamento, as lives de artistas diversos estão bombando na internet e no Brasil não é diferente. Os cantores sertanejos em especial estão atraindo milhares de fãs em lives nos canais do Youtube e os golpistas estão se aproveitando da situação. O canal tem sido usado para pedir doações para vítimas do coronavírus e hackers estão divulgando lives fake para pegar dinheiro dos internautas. 

Segundo informações do G1, desde a primeira live de Gusttavo Lima, no dia 28 de março, começaram a aparecer lives fakes com canais do YouTube que reproduzem o sinal ao vivo da live oficial. Em um primeiro momento, esses canais fakes só roubavam audiência dos artistas;

Mas, nas lives entre 8 e 12 de abril, canais piratas divulgaram dados falsos para receber doações que seriam destinadas a famílias afetadas pela pandemia.

Segundo a produção de alguns dos principais artistas do estilo, essas lives falsas chegaram a ter picos de mais de 1,5 milhão de views simultâneos.

O presidente da Universal, gravadora de artistas como Bruno e Marrone, Paulo Lima explica que nos últimos dias não foram mais encontradas lives piratas. “Nós trabalhamos com o YouTube para derrubar essas lives. O YouTube implementou um sistema automático para derrubar todas essas retransmissões ilegais. Esperamos que isso logo acabe”, diz Lima.

“Num momento deste, a pessoa está fazendo ‘engenharia para roubar’! Espero que haja uma maneira de inibir esta papagaiada, ficaria muito feliz”, disse a cantora Marília Mendonça. 

A assessoria de Gusttavo Lima disse que a primeira live do cantor, que começou com essa onda de grandes transmissões, não teve doação de fãs. Segundo a equipe do cantor, ele “reforçou ao público que a transmissão seria pelo canal oficial dele do YouTube, para alertar que as pessoas não caíssem nesses golpes.” (Com informações do G1).