Mãe de gêmeos mortos depois de serem deixados em carro pelo pai pede clemência

Crianças foram encontradas sem vida depois de serem esquecidas por oito horas dentro do carro em NY; “ele é ótimo pai, jamais faria qualquer coisa para machucar os filhos”, disse a mãe

0
4550
Pai foi acusado pela morte dos filhos gêmeos (Foto Reprodução: NBC/New York)
Pai foi acusado pela morte dos filhos gêmeos (Foto Reprodução: NBC/New York)

Dois dias depois da morte de irmãos gêmeos de um ano de idade por terem sido esquecidos pelo pai por mais de oito horas dentro de um carro, a mãe das crianças pediu clemência pelo marido. O caso aconteceu em New York na sexta-feira (26).

“Estamos vivendo um pesadelo. Estou devastada da pior forma que vocês puderem imaginar, mas ele é meu marido e ótimo pai. Ele jamais faria qualquer coisa para machucar nossos filhos de forma proposital”, comentou a mãe, Marissa A. Rodriguez.

O pai das crianças, Juan Rodriguez, de 39 anos, foi preso acusado de negligência e homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Ele pagou fiança e foi liberado para responder ao processo em liberdade.

De acordo com a ocorrência policial, na sexta-feira, ele pensou que tinha deixado os filhos na creche, dirigiu para o trabalho e deixou as crianças no carro fechadas por mais de oito horas, no estacionamento do local em que trabalha.

“Meus bebês estão mortos, eu matei meus bebês”, disse Rodriguez em depoimento no Tribunal de NY.

A polícia encontrou as crianças mortas com temperaturas corporais de 108 graus Fahrenheit.

“Eu preciso do meu marido do meu lado para me ajudar a cuidar do nosso outro filho”, disse a mãe das crianças.