Mãe pede $40 milhões ao governo depois de filha morrer após sair da custódia do ICE

Mãe e filha foram presas pelo ICE no dia 1º de março depois de atravessarem a fronteira do México

0
4599
Mariee morreu depois de ser libertada de prisão no Texas
Mariee morreu depois de ser libertada de prisão no Texas

Os advogados da guatemalteca Yasmin Juarez, de 20 anos, estão processando o U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) em $40 milhões pela morte de sua filha de 19 meses. Mariee estava presa em um centro de detenção no Texas “em condições insalubres, falta de acompanhamento médico e supervisão inadequada”, segundo os advogados.

Logo depois de ser detida no South Texas Family Residential Center em março, o bebê contraiu uma infecção respiratória e não foi tratada de forma adequada, segundo o processo judicial.

Mãe e filha foram presas pelo ICE no dia 1º de março depois de atravessarem a fronteira do México. Ela estava em busca de asilo e as duas acabaram presas por três semanas. O bebê adoeceu, a mãe pediu ajuda, mas não foi atendida.

Ainda segundo os advogados, elas foram libertadas, a criança levada para um hospital em New Jersey e acabou morrendo no dia 10 de maio. “Uma mãe perdeu seu bebê porque o ICE não ofereceu assistência médica e isso é inaceitável. Estamos trabalhando com Yasmin e sua família para obtermos justiça e para garantir que outra família não passe pela mesma situação”. Eles alegam que a menina estava saudável antes de ser presa.