Mais de 200 mil pessoas já se curaram da infecção pelo coronavírus no mundo

Dados da Universidade Johns Hopkins mostram que o maior número de pessoas curadas está na China (76 mil); EUA têm 8.861 pacientes recuperados

0
837
Photo By U.S. Air Force photo by Senior Airman Jessica Blair

Uma boa notícia em meio ao turbilhão de más notícias relacionadas ao coronavírus no mundo. De acordo com dados do Coronavirus Resource Center da Johns Hopkins Univesity, 208.630 pessoas já se recuperaram da doença em todo o mundo, de um total de 998 mil infectados e 51.485 mortes.

O maior número de pessoas recuperadas está na China com 76.565 curados, seguida da Espanha com 26.743 e Alemanha com 21.400 pacientes sem vestígios da COVID-19. Na Itália, que está em segundo lugar na lista de infectados no mundo, 18.278 pessoas estão curadas.

Nos Estados Unidos, 234.462 têm a doença, mas 8.861 já se recuperaram. Infelizmente, o número de mortes chega a 5.648.

Não há um prazo estabelecido sobre quanto tempo leva para uma pessoa se recuperar da COVID-19. Nos casos mais leves, autoridades têm pedido ao menos 14 dias de quarentena. A China estabeleceu outros 14 – totalizando 28 – antes de definir que um paciente estava totalmente curado.

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

A transmissão costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Confira o mapa da doença da Johns Hopkins.