Mais de 40 mil pessoas na Flórida não retornaram para a segunda dose da vacina

0
643
Miami-Dade conta com a maior infraestrutura de saúde do sul da Flórida (foto: OMS/ONU)
Miami-Dade conta com a maior infraestrutura de saúde do sul da Flórida (foto: OMS/ONU)

O Florida Department of Health informou que 40.661 pessoas estão à espera da segunda dose da vacina contra a covid-19. O motivo, de acordo com as autoridades, seria negligência do próprio paciente ou até mesmo a desistência de continuar o tratamento, temendo os efeitos colaterais.

“Alguns idosos se recusam a tomar a segunda injeção por ter ouvido que os  efeitos colaterais são piores”, disse o diretor médico do EMS do condado de Seminole, Todd Husty.

Husty explicou que a segunda dose deve ter efeitos colaterais piores do que a primeira, pois significa que o corpo está reagindo como se deve ao “montar uma defesa contra o vírus”.

A segunda dose da vacina deve ser tomada 21 dias após a primeira. Das centenas de milhares de pessoas vacinadas no estado, cerca de 80 mil retornaram para sua segunda injeção.