Imigração Manchete Notícias

Mais de mil imigrantes são flagrados cruzando o Rio Grande na fronteira EUA-México

Logo após atravessaram o Rio Grande, na divisa entre os dois países, os indocumentados se entregaram à Patrulha de Fronteira

Centenas de imigrantes cruzam o Rio Grande, na fronteira com o México (foto: Fox)

Na noite do último domingo (11), cerca de 1.500 imigrantes foram capturados em vídeo entrando ilegalmente nos Estados Unidos pela fronteira com El Paso, no Texas, na maior travessia em massa registrada nas últimas décadas.

Logo após cruzarem o Rio Grande, na divisa entre os dois países, os indocumentados se entregaram à Patrulha de Fronteira. Com a suspensão temporária da medida conhecida como Título 42, que devolve imediatamente para o México os indivíduos pegos no trajeto irregular, eles passaram a ter o direito de esperar em território americano o processamento do pedido de asilo.

O Título 42 foi interrompido em novembro pelo juiz federal Emmet Sullivan, do Tribunal do Distrito de Columbia. Em seu parecer, Sullivan argumentou que a regra criada em 2020 durante a pandemia de covid-19 estava sendo aplicada pelo governo de Joe Biden de maneira “arbitrária e caprichosa”, e não poderia continuar. O período de suspensão termina em 21 de dezembro.


Enquanto a data não chega, os imigrantes têm se acumulado em grupos cada vez maiores na fronteira. No Arizona, o governador Doug Ducey, do Partido Republicano, colocou contêineres com arame farpado ao longo do limite com o país mexicano para dificultar o acesso dos estrangeiros. “O Arizona fará o trabalho que Joe Biden se recusa a fazer – proteger a fronteira de todas as maneiras que pudermos”, disse Ducey.


Na segunda-feira (12), agentes relataram que mais de 5.100 imigrantes estavam detidos no Centro de Processamento de El Paso, que tem capacidade máxima para 3.500 pessoas. Muitos dormiram em papelões sob um frio congelante. Outros foram liberados e foram parar nas ruas.


Desde que assumiu a presidência dos EUA, a temática da imigração tem sido um dos maiores desafios do governo Biden. Especialistas em imigração, conservadores e progressistas, têm instado o presidente a viajar para a fronteira desde antes de sua posse, citando a necessidade de amplas reformas imigratórias. Segundo dados do U.S. Customs and Border Protection (CBP) divulgados em outubro, o número de pessoas que entram nos Estados Unidos pela fronteira sudoeste do país superou 2,76 milhões no ano fiscal de 2022.