Mais de oito mil brasileiros tentaram atravessar ilegalmente a fronteira em abril

“A cada semana, entre 1.200 e 1.500 brasileiros estão viajando para Tijuana (México), mas não é para fazer turismo”, disse o deputado Jody Hice, da Geórgia; avião com deportados brasileiros chega amanhã ao aeroporto de Confins (MG)

0
3113
US Custom and Border Patrol em operação na fronteira (foto: Jerry Glase/CBP)
US Custom and Border Patrol em operação na fronteira (foto: Jerry Glase/CBP)

Cerca de oito mil brasileiros tentaram atravessar ilegalmente a fronteira dos Estados Unidos com o México em abril. Segundo informações do U.S. Customs and Border Protection (CBP), em março foram quatro mil brasileiros interceptados. Em janeiro, foram 300 apreensões de pessoas do País.

“A cada semana, entre 1.200 e 1.500 brasileiros estão viajando para Tijuana (México), mas não é para fazer turismo”, disse o deputado Jody Hice, da Geórgia, depois de ter acesso aos números divulgados pela Patrulha de Fronteira.

Ao contrário dos que muito pensam, as fronteiras não estão “abertas” e o governo Biden está mandando de volta milhares de imigrantes todos os dias para o México e para os seus países de origem.

Cerca de 180 mil imigrantes foram parados por agentes na fronteira dos EUA com o México em abril, maior número registrado em 21 anos. Em março, 173 mil imigrantes foram detidos na fronteira, um recorde que não era registrado há 15 anos.

Nesta quinta-feira (20), um voo com mais de 100 brasileiros deportados vai chegar ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Por enquanto, são 106 brasileiros que devem embarcar nesse voo — esse número pode variar até a data do embarque. Depois de chegarem no Brasil, a responsabilidade do retorno para seus estados e municípios de origem é de cada um dos passageiros repatriados.

Voos de deportação com destino a Minas Gerais ocorreram com frequência durante o governo Trump. Entre outubro de 2019 e outubro de 2021, foram 21 voos do tipo. (Com informações do New York Times e G1)