Marido acusado de matar a esposa tenta acobertar crime dizendo que ela estava com coronavírus

Caso aconteceu em Jupiter (FL); homem teria enviado mensagens de texto do celular da vítima dizendo a pessoas próximas que ela estava internada em estado grave com coronavírus

0
1289
David e Gretchen Anthony em postagem no Facebook

Um homem de Jupiter (FL) está preso acusado de matar e esposa e tentar acobertar o desaparecimento dizendo a pessoas próximas à vítima que ela estava internada em estado grave com coronavírus.

De acordo com informações da polícia, David Anthony, de 48 anos, foi preso no Novo México e deve ser extraditado para o condado de Palm Beach nos próximos dias.

Amigos suspeitaram do desaparecimento de Gretchen Anthony, de 51 anos, quando receberam mensagens estranhas vindas do telefone da vítima dizendo – com um vocabulário não condizente com a forma de falar de Gretchen – que ela estava internada com uma infecção grave pela COVID-19.

Investigadores checaram a informação e ela não foi tratada em nenhum hospital da região ou acionou o seguro de saúde para fazer o tratamento.

Os dois estavam separados desde fevereiro. Um vizinho do casal disse à polícia que ouviu gritos vindos de casa onde moravam em fevereiro.

“Com o progresso das investigações e coleta de provas, temos elementos suficientes para prender o acusado, mesmo que o corpo ainda não tenha sido encontrado”, disse a polícia de Jupiter.