Matthew traz alagamentos, inundações e deixa centenas de milhares sem luz em Jacksonville

Tempestade, agora rebaixada para categoria 1, ainda causa sérios problemas para a costa sudeste americana

0
4707
Praia de Jacksonville sofreu com a invasão das ondas do mar (abc news)

Depois de roçar praticamente toda a costa leste da Flórida, oscilando entre as categorias 3 e 4, o furacão Matthew passou na sexta-feira (7) a cerca de 55 milhas da cidade de Jacksonville, no nordeste do estado, com categoria 2. A tempestade causou queda de energia generalizada, derrubou árvores e trouxe inundações para diversas partes, inclusive na cidade vizinha, a histórica St. Augustine.

Os moradores que deixaram suas casas antes da tempestade só devem retornar a elas mais tarde neste sábado. As autoridades informaram que vão precisar de algum tempo para avaliarem os danos antes de liberarem as pontes que cruzam a Intracoastal Waterway em direção a Jacksonville Beach, a área mais afetada por Matthew. O píer da praia foi parcialmente destruído. Boa parte de St. Augustine sofreu com as inundações e os ventos com velocidade de tempestade tropical se mantiveram até a manhã de sábado.

Ainda não é seguro dirigir pelas áreas atingidas. A companhia elétrica que abastece a área, JEA, informa que havia na manhã de sábado 218.959 residências sem luz. As equipes de reparos estão trabalhando desde a noite de sexta.

Até agora não há registro de vítimas. A preocupação no momento é com a intoxicação por monóxido de carbono, já que muita gente não toma as precauções devidas para o uso de geradores, que devem ser sempre ligados na parte de fora da residência. Oito pessoas de um condomínio da Powers Avenue foram internadas por causa disso. Um gerador foi ligado no corredor do prédio, entre dois apartamentos.

Matthew atinge neste sábado à tarde a costa da South Carolina, nas proximidades de Myrtle Beach, com categoria 1, trazendo ventos de até 75 milhas por hora.