Medicaid amplia para um ano o prazo de cobertura pós-parto na Flórida

Assistência anterior garantida às mulheres pelo plano era de dois meses; Califórnia, Kentucky e Oregon também aumentaram seus tempos de cuidados

0
459
No início do ano, o governo federal endureceu as regras para a entrada de grávidas nos EUA (foto: pixabay)
Uma em cada três mortes relacionadas à gravidez ocorre entre uma semana e um ano após a mulher da à luz (foto: pixabay)

O U.S. Department of Health aprovou a ampliação de 60 dias para 12 meses do tempo de cobertura do programa Medicaid nos cuidados de saúde pós-parto das mulheres da Flórida. 

Califórnia, Kentucky e Oregon também estenderam seus prazos de assistência e estima-se que cerca de 126 mil famílias adicionais sejam beneficiadas nos quatro estados. A expansão da cobertura na Flórida será por meio  do Medicaid e do CHIP. Já os outros governos estaduais incluíram o benefício no American Rescue Plan. 

Um relatório publicado pelo Departamento de Saúde indica que uma em cada três mortes relacionadas à gravidez ocorre entre uma semana e um ano após a mulher da à luz. O período pós-parto é crítico para a recuperação, garantindo a saúde mental, gerenciando cuidados infantis e fazendo a transição da atenção obstétrica para primária. “A nova medida busca reduzir as disparidades nos casos de complicações e óbitos após o parto nos EUA”, disse Chiquita Brooks-LaSure, diretora do CCMS – Centers for Medicare & Medicaid Services. 

Os estados de Maine, Minnesota, New Mexico, Pennsylvania, West Virginia, North Carolina, Washington, e Connecticut, além do District of Columbia também estão em processo de ampliação das suas coberturas.