Médico é acusado de assassinato em South Beach

Crime ocorreu em famoso prédio de Miami

0
1229

DA REDAÇÃO – Um dos mais conhecidos, bonitos e imponentes prédios de South Beach, em Miami, o Flamingo (1500 Bay Road), foi palco de um assassinato no último final de semana. De acordo com a polícia, a vítima foi Richard Petik, de 40 anos, que foi assassinado a tiros pelo médico Andrew Pastewski num dos corredores do edifício que tem três torres. Os dois moravam no Flamingo.

Petik levou um tiro na cabeça e morreu no local. A polícia informou que havia vários cartuchos de balas ao redor do corpo.
Segundo o advogado do acusado, Sean Ellsworth, o médico agiu em legítima defesa. Ellsworth disse que seu cliente e sua esposa grávida estavam sendo assediados pela vítima . “O terrrível incidente ocorrido no Flamingo foi em legítima defesa do dr. Pastewski que foi atacado por um indivídio que estava ameaçando, assediando e perseguindo meu cliente e sua noiva há meses”, disse o advogado.

A polícia de Miami Beach investiga a possibilidade da existência de um triângulo amoroso. “Até agora o que sabemos é que já existia uma ordem da justiça para que Petik não se aproximasse do médico e de sua noiva com quem teria tido um relacionamento amoroso”, disse um morador do Flamingo. A direção do edifício disse se tratar de um caso isolado de disputa doméstica.

A polícia e a procuradoria do Condado de Miami-Dade ainda estão investigando o crime. O médico aguarda decisão da justiça em liberdade.
O edifício é conhecido por abrigar pessoas de várias partes do mundo que chegam a Miami, inclusive, muitos brasileiros. O Flamingo fica próximo à badalada Lincoln Road.