Menino de cinco anos morre por ser esquecido em um carro sob alta temperatura no Texas

Professora de uma escola primária foi acusada de homicídio culposo por negligência

0
875
Diana Treviño-Montelongo (Foto: Hidalgo County Sheriff's Office)
Diana Treviño-Montelongo (Foto: Hidalgo County Sheriff's Office)

A mais nova vítima esquecida dentro de um carro sob calor escaldante é um menino de cinco anos que vivia no Texas. Semanas depois de uma longa investigação, a Polícia do condado de Hidalgo descobriu a responsável pela morte do menino que foi esquecido dentro de um carro em 25 de agosto, quando a temperatura alcançou 101 graus Farenheit.

O garoto foi deixado no carro por Diana Treviño-Montelongo (foto), de 37 anos, tia da vítima, acusada de homicídio culposo por negligência. Ela pagou a fiança de $50 mil e está em liberdade.

A criança, cujo nome não foi revelado, foi deixada em um carro estacionado na Dr. Americo Paredes Elementary School em Mission, onde Treviño-Montelongo é professora. Ela foi inclusive eleita professora do ano em abril de 2022.

O Distrito Escolar de La Joya Independent colocou Treviño-Montelongo em licença administrativa remunerada.

O menino morreu em decorrência de asfixia causada pelo calor, determinaram os relatórios médicos do legista. Ele não resistiu à elevada temperatura.

Diana Treviño-Montelongo, que não falou à imprensa, deu um depoimento em um vídeo no YouTube: “Minha paixão por educação? Bem, no início, queria ser assistente social, porque sempre quis ajudar as crianças e estar com elas sempre que fosse necessário”, explica no vídeo. “Mas, então, pensei a respeito e considerei ser uma missão difícil. Acredito que estar numa sala de aula pode ser uma melhor maneira de ajudar as crianças.”