Menino de nove anos tira a própria a vida por causa de bullying, segundo a mãe

Caso aconteceu no Colorado; mãe afirma que ele contou aos colegas de classe que era gay e não suportou a reação dos amigos

0
2931
Criança tirou a própria vida no Colorado por causa de bullying
Criança tirou a própria vida no Colorado por causa de bullying

Um menino de nove anos do Colorado tirou a própria vida, dias depois do início das aulas na semana passada. Segundo a mãe de Jamel Myles, Leia Pierce, o menino contou para a mãe que era gay e ela acredita que isso tenha levado o menino a ser vítima de bullying por parte dos colegas. As informações são da CNN.

“As mesmas crianças que já eram maldosas com ele no último ano escolar se tornaram piores quando ele revelou que era gay”, disse Leia. “Eles machucaram meu bebê”.

A polícia de Denver confirmou que a morte da criança é um aparente suicídio.

O índice de suicídio entre crianças é muito menor quando comparado ao de adolescentes e adultos, mas ainda sim é preocupante. Entre 1999 e 2016, 1430 crianças de 5 a 12 anos tiraram a própria vida nos Estados Unidos, de acordo com o US Centers for Disease Control and Prevention.

Leia Pierce relatou que, durante as férias de verão, o menino disse a ela pela primeira vez que era homossexual. Logo depois, ele teria contado aos colegas. “Ele parecia tão assustado quando me contou. Ele disse: “Mamãe, eu sou gay”. Eu pensei que ele estava brincando, então olhei para trás, porque estava dirigindo, e ele estava tão assustado. E eu disse: “E eu continuo amando você” — contou Leia, acrescentando que o filho queria muito contar para seus colegas da escola. Ele foi para a escola e disse que iria contar para as pessoas que era gay porque estava muito orgulhoso”.

As aulas começaram em uma segunda-feira. Quatro dias depois, Jamel foi encontrado morto em casa.