Miami é sede da International Champions Cup

0
1947

As pessoas ainda se lembram dos jogos emocionantes da recém-encerrada Copa do Mundo na Rússia e os fãs de futebol já podem ver em ação os principais clubes do mundo, que estão fazendo intertemporada aqui nos Estados Unidos.

Aqui em Miami jogam Bayern de Munique x Manchester City no sábado (28) e Real Madrid x Manchester United na terça-feira (31). As duas partidas serão disputadas no Hard Rock Stadium e fazem parte do torneio internacional de verão Copa Internacional de Campeões Heineken. Esta é a quarta vez que Miami é uma das sedes da International Champions Cup (ICC).

Além do futebol masculino, este ano está sendo disputada a primeira edição feminina da International Champions Cup, também em Miami neste mês de julho reunindo as maiores atletas do mundo na disputa pelo primeiro lugar. O evento se realiza entre os dias 26 e 29 (de quinta-feira a domingo) e conta com quatro das maiores equipes da elite mundial na competição pela taça inaugural: Manchester City, Olympique Lyonnais, Paris Saint-Germain e North Carolina Courage.

Os fãs têm a oportunidade de assistir ao melhor do futebol masculino e feminino mundial e de se conectar com o esporte em todos os níveis. Além dos jogos, também acontece a House of Soccer, uma forma divertida e interativa de vivenciar o evento global de futebol.

A House of Soccer apresenta um torneio sub-16 5 x 5, uma partida cinco contra cinco com talentos e influenciadores locais, além de show com uma estrela mundialmente reconhecida.

Participantes também podem assistir ao workshop de serigrafia com um famoso artista de rua, uma exibição que mostra a evolução do torneio desde sua origem, imitar o corte de cabelo das grandes estrelas de futebol em um salão de beleza exclusivo, fazer unhas inspiradas em clubes e tatuagens temporárias personalizadas.

A festa começa com a partida Legends 5 x 5 entre FC Bayern e Miami Dolphins. A House of Soccer proporciona uma experiência além do campo para prestigiar os maiores atletas do esporte e promover o futebol ao redor do mundo. Um dos objetivos do evento é divulgar a edição feminina de 2019, que vai contar com a participação das melhores equipes internacionais.

Informações sobre o local e a compra de ingressos estão disponíveis no site da International Champions Cup: www.internationalchampionscup.com.    

Jair e Roger, vítimas do imediatismo

Jair Ventura e Roger Machado são os dois últimos técnicos demitidos, respectivamente de Santos e Palmeiras. O técnico santista foi demitido após o empate entre sua então equipe e Chapecoense em 0 a 0 na Arena Condá em Chapecó, no domingo (22). O resultado nem foi assim tão ruim, porque empatar lá sempre é difícil, apesar da má campanha da equipe catarinense no Brasileirão. Já Roger Machado foi defenestrado logo após a derrota do Palmeiras para o Fluminense no Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira (25). Este resultado quebrou o tabu de dois anos que o Verdão tinha com os clubes cariocas.

Demissões merecidas?

Em minha opinião, o imediatismo do futebol brasileiro foi o causador das demissões. Torcedores indignados faziam campanhas nas redes sociais pela saída dos dois treinadores – apontados por muitos como promissores na profissão. Entretanto, qualquer mau resultado da equipe do coração logo faz os fanáticos pedir a cabeça dos comandantes. Ironicamente, os dois deixam seus clubes classificados para as oitavas de final da Copa Libertadores da América e para as quartas de final da Copa do Brasil. A campanha do Santos no Brasileirão é decepcionante, pois o time beira a zona de rebaixamento, mas foi prejudicado pela venda de jogadores importantes deixando Jair Ventura com pouco material humano para trabalhar. Agora devem chegar três reforços estrangeiros – Brian Ruiz, meia da seleção da Costa Rica; Carlos Sanchez, volante da seleção do Uruguai, e Derlys Gonzalez, atacante da seleção do Paraguai -, mas o clube ainda não decidiu quem colocará no lugar de Jair. No caso de Roger Machado, o Palmeiras era apontado como um dos melhores elencos do país. Apesar de ter sido a equipe com melhor campanha na Libertadores, o time vem patinando no Brasileirão e muita gente se queixa da falta de padrão de jogo que, segundo os críticos, Roger Machado nunca conseguiu dar à sua equipe.

Tempo curto

Acredito que o tempo de avaliação do trabalho de um treinador deve ser de, pelo menos, uma temporada. Somente após o término deste período é possível avaliar o sucesso ou o fracasso de um trabalho. Pior ainda, foi o momento das demissões. Elas foram extemporâneas e provocaram uma ruptura do trabalho no meio de competições importantes. Agora, os dois clubes partem em busca de substitutos desesperadamente. E aqueles que chegarem terão pouco tempo para conhecer o elenco por causa do calendário apertado. Se ambos já não vinham agradando, o mais certo teria sido a dispensa logo após a interrupção para a Copa do Mundo. Deste modo, os sucessores teriam condições de se aclimatar e avaliar o elenco, preparando até mesmo como implantar sua filosofia de trabalho. Em suma, só nos resta aguardar quem serão os “bombeiros” escolhidos para apagar estes incêndios.

Flu vence e torcida vaia Scarpa

Atual técnico do Fluminense, Marcelo Oliveira cumprimentou antes do jogo alguns funcionários do Palmeiras, com quem foi campeão da Copa do Brasil de 2015. Mas quem mexeu com o Maracanã foi Gustavo Scarpa. Atuando no Verdão por causa de uma liberação judicial, o ex-meia do Tricolor tomou uma sonora vaia da torcida quando teve a imagem mostrada no telão. Quando entrou em campo, Scarpa cumprimentou a todos no banco do Flu. Durante o jogo, voltou a tomar vaia toda vez que pegava na bola. Em campo, Scarpa não teve boa atuação, assim como a maioria dos companheiros de time. O Flu bateu o Verdão por 1 a 0, com gol de Gilberto, ao final do primeiro tempo. O gol da vitória, no entanto, deveria ter sido invalidado, porque o zagueiro Digão que ajeitou a bola de cabeça para Gilberto estava em posição de impedimento. Como a arbitragem nada marcou, o Tricolor carioca celebrou a vitória e o Alviverde paulista voltou para São Paulo sem técnico na amarga noite de quarta-feira (25) para os palmeirenses. No sábado (28), o Fluminense enfrenta o Ceará no estádio Presidente Vargas, pela 16ª rodada do Brasileirão. No domingo (29), o Palmeiras recebe o Paraná em sua arena.

Flamengo só empata em Santos

Gol de Everton Ribeiro ao dar um toquinho na bola após a cabeçada de Bruno Henrique, logo aos dois minutos, e resposta do Santos, com Gabigol, após belíssima jogada de Rodrygo. Os lances poderiam indicar um jogo movimentado na Vila Belmiro, na quarta-feira (25), mas foram apenas lampejos. O empate em 1 a 1 acabou definido na primeira etapa, numa partida com poucas emoções, e não foi bom para ninguém: o time da casa continua em situação incômoda no Brasileirão, e o Rubro-Negro vê a liderança ameaçada pelo São Paulo que está nos calcanhares do time do Rio de Janeiro. Serginho Chulapa, técnico interino do Santos, comemorou o empate com o líder e ainda ironizou ao dizer que Mauricio Barbieri, treinador do Fla, “estava com medo”.

Galo vence a primeira depois da parada da Copa

O Atlético-MG venceu o Paraná Clube com facilidade, por 2 a 0, no Independência, na noite de quarta-feira (25), e subiu para a terceira colocação na tabela do Campeonato Brasileiro. Em noite inspirada do goleiro Victor, o Galo marcou com o zagueiro Leonardo Silva, de cabeça, e com Elias, um em cada tempo. O Tricolor paranaense continua sem vencer como visitante e segue na zona de rebaixamento. O Atlético-MG volta a campo contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, na próxima segunda-feira (30), no fechamento da 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Paraná terá outro jogo fora de casa. O Tricolor enfrenta o Palmeiras, em São Paulo, no próximo domingo (29).

Paraguaio legítimo

Ángel Romero tem 26 gols na Arena Corinthians. O maior artilheiro do estádio do Timão marcou os dois últimos na quarta-feira (25) e foi o responsável pela vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Num jogo de alto risco contra um time arrumado e depois de derrota em clássico contra o São Paulo, o Corinthians se impôs no segundo tempo e mostrou que, mesmo com perdas, ainda tem qualidade. A equipe celeste, por sua vez, até criou chances, mas agora vê os líderes se distanciarem. O Corinthians volta a campo no próximo domingo, contra o Vasco (29), no Mané Garrincha, em Brasília. No mesmo dia, o Cruzeiro recebe o São Paulo, no Mineirão. Os dois jogos são válidos pela 16ª rodada do Brasileirão.

Vasco da Gama perde em Quito e se complica na Sula

As falhas individuais custaram caro ao Vasco, que mais uma vez volta de uma viagem em competição mata-mata precisando reverter um resultado adverso. Na quarta-feira (25), em Quito, no Equador, o Cruz-Maltino perdeu por 3 a 1 para a LDU e se complicou na segunda fase da Sul-Americana. O gol brasileiro foi marcado pelo meia Thiago Galhardo, de pênalti. Com a derrota por 3 a 1, o Vasco precisa vencer por 2 a 0 em São Januário para avançar na Sul-Americana, já que fez um gol fora de casa. Em caso de vitória por 3 a 1, leva a decisão para os pênaltis. Mudando a chave, os vascaínos recebem o Corinthians no domingo (29) em Brasília.

Bahia sai na frente na Sul-Americana

O Bahia conquistou, na quarta-feira (25), uma boa vantagem para seguir vivo na Copa Sul-Americana. No estádio de Pituaçu, o Tricolor atuou com uma equipe mista e bateu o Cerro, do Uruguai, por 2 a 0, com gols de Gilberto e Régis. Zé Rafael perdeu um pênalti para tristeza dos torcedores.  Gilberto tem um ótimo começo no Bahia. Ele marcou o terceiro gol em três jogos realizados pelo Tricolor. A eficiência parece ter contaminado os companheiros de time. Antes da estreia do atacante, o time baiano enfrentava um problema para balançar as redes. Com a chegada do centroavante, a situação mudou de panorama, e já são sete gols marcados pela equipe nas últimas três partidas. Bahia e Cerro voltam a se enfrentar no dia 8 de agosto, no estádio Luis Troccólli, em Montevidéu, Uruguai. Antes, o Tricolor terá compromissos pelo Campeonato Brasileiro e também pela Copa do Brasil. Com o triunfo por 2 a 0, o Bahia garante a classificação mesmo em caso de derrota por um gol de diferença na partida de volta. Se o Cerro vencer por 2 a 0 em Montevidéu, a vaga será decidida nos pênaltis. Pelo Brasileirão, Bahia recebe o Atlético-MG na segunda-feira (30).