Mineira acusa Yasmin Brunet de tráfico humano em caso de brasileira desaparecida

Em vídeo dramático, Letícia Maia afirma que Yasmin Brunet mantém amiga em cativeiro nos EUA

0
8304
Foto: Reprodução Instagram

O suposto desaparecimento de duas brasileiras identificadas como Letícia Maia Alvarenga, de 21 anos, e Desirré Freitas, 26, ganhou um novo capítulo nas redes sociais nessa terça-feira (18). Letícia Maia, que estava sendo procurada pela Polícia Civil de Minas Gerais e pelas autoridades policiais de Houston após a família denunciar o sumiço da moça nos Estados Unidos, veio a público em suas redes sociais para dar a sua versão da história.

No primeiro vídeo postado por Letícia, no domingo (16), ela afirma que está bem e rechaça a atitude da família, residente de Perdões, que a dava como desaparecida desde abril. “Vocês estavam preocupados comigo e eu estou aqui pedindo ajuda pra prender meu pai que abusou de mim minha vida toda”, escreveu no Instagram.

O pai de Letícia, Cleider Castro Alvarenga, vinha pedindo ajuda da polícia e da imprensa para localizar a filha que se mudou para os Estados Unidos seguindo promessas da influenciadora digital Katiuscia Torres, a Kate A Luz. Nas redes sociais, ele afirmou ter encontrado foto da filha em um site de prostituição do Texas e suspeitava que Letícia fosse vítima de tráfico humano. 

Diante da acusação, Kate se pronunciou em vídeo, na sexta-feira (14), afirmando que Desirré e Letícia estavam bem, mas que não queriam falar com suas famílias. De acordo com a influencer, o pai de Letícia estava levantando falsas acusações inclusive sobre o desaparecimento de Desireé que, segundo ela, mantém contato com a mãe.

A história ganhou um novo contorno na manhã de terça-feira (18), quando Letícia Maia postou um novo vídeo nas redes sociais, acusando a modelo e atriz Yasmin Brunet, 34 anos, de comandar um esquema de tráfico humano e prostituição nos Estados Unidos. Na postagem, ela diz que foi vítima de tráfico humano, que conseguiu fugir do cativeiro feito por Yasmin, e que iria arriscar a própria vida para salvar a amiga Desirré Freitas do local.

Em outra postagem, Letícia escreveu ter provas do “esquema de Yasmin e de tráfico de prostitutas que movimenta milhões de dólares nos Estados Unidos”. E acrescentou: “Vou arriscar minha vida para contar aqui tudo, mas preciso salvar a Desirré. A Yasmin, o Luiz, o meu pai… estão todos envolvidos. Vocês não tem noção do que está acontecendo com as meninas”, alegou.

Yasmin Brunet, que fez uma live no domingo (16), dizendo que tinha muitas informações sobre o possível desaparecimento das brasileiras, se posicionou publicamente através do seguinte comunicado: “Não vou comentar mais nada a respeito desse caso. Os meus advogados no Brasil e nos Estados Unidos já estão tomando as providências legais e cabíveis. As autoridades já estão investigando. Entrei nessa história buscando ajudar, mas agora vendo essa confusão que estão fazendo, entendi que buscam apenas atenção. Só que fazer isso envolvendo um assunto tão importante é chocante”, escreveu a modelo em um storie publicado em seu Instagram. 

A modelo também disse que tráfico humano é um tema grave e que não deveria ser usado para “ganhar fama” em cima. “Quanto mais a gente banaliza, mais essas vítimas se tornam invisíveis, parte de um senso ficcional, sendo que esse mercado horrível existe, movimenta muito dinheiro em cima dos corpos das mulheres. Tráfico humano não é fanfic. É assunto sério e urgente”, completou a filha de Luiza Brunet.

“Ela tem muitas informações porque era ela que nos iludia e nos agenciava com o esquema de prostitutas que ela tem nos EUA. Ela trafica meninas, mas vocês não querem ouvir. E a Desirré está com ela! Vocês vão ficar de brincadeira até e a Yasmin matar ela! Vão pesquisar! Vai se informar! É uma rede! São várias meninas! E ela fala que se a gente vier com ela vamos ‘fazer amor’ com os ETs, e ficar ricas e bonitas igual a ela”, escreveu Letícia em uma das postagens. 

Internautas que acompanham a história comentam que Letícia parece confusa e que pode estar passando por problemas psicológicos ou abuso de drogas. “Nenhuma autoridade faz nada? No mínimo de um psiquiatra ela precisa. Surtou!”, comentou uma seguidora de Letícia no vídeo em que ela acusa Yasmin Brunet, com milhares de visualizações.