Moradores do Oeste dos EUA buscam abrigos para se proteger do calor extremo

Termômetros em Portland, no Oregon, chegaram a marcar 113°F nesta segunda-feira; serviços de emergência estão sobrecarregados por problemas relacionados ao calor

0
2720
Abrigo climatizado em Portland, OR (foto: Maranie Staab/Bloomberg)

Estados da região Oeste dos Estados Unidos até a província canadense de British Columbia estão enfrentando uma onda de calor jamais vista, com temperaturas ultrapassando os 100°F.

Em Portland, no Oregan, os termômetros chegaram a marcar 113°F nesta segunda-feira (28), fazendo com que partes do asfalto e outras estruturas da cidade fossem danificadas pelo sol escaldante.

Michael E. Mann, um especialista em eventos climáticos da Pennsylvania State University, disse à CNN que o calor em excesso é resultado de um fenômeno chamado “heat dome” ( bolha de calor, na tradução em português) que acontece todos os anos. 

Porém, a sensação térmica acima da média é resultado do superaquecimento da Terra. “Você aquece o planeta mais do que deveria, você verá um aumento na incidência de calor extremo”, falou.

Ele destacou que a onda quente é uma das consequências mais mortais das mudanças climáticas, vitimando mais pessoas do que qualquer outra situação relacionada ao clima.

Administradores do condado de Multnomah, em Portland, disseram à CNN na manhã de segunda-feira que o serviço de emergência foi acionado pelo menos 43 vezes no final de semana por problemas relacionados ao calor.

Alojamentos climatizados foram montados em algumas cidades do Oregon e Wyoming para abrigar moradores em busca de temperaturas mais amenas. Principalmente idosos e bebês estão sendo encorajados a procurar esses locais.

O temor é que o calor provoque mortes por acidente vascular cerebral, entre outras comorbidades que podem ser desencadeadas.

Este é o segundo evento de calor extremo no Oeste dos EUA registrado no mês de junho. Na metade deste mês, uma brutal onda de calor bateu recordes diários de temperatura em sete estados: California, Arizona, New Mexico, Utah, Colorado, Wyoming e Montana.

A expectativa é de que as altas temperaturas durem até o final mês de julho.