Morre o autor do atentado em escola da Califórnia

Aluno de 16 anos entrou armado na escola na manhã de quinta e atirou nos colegas, matando dois

0
2030
Nathaniel Berhow cometeu o atentado no dia do seu aniversário de 16 anos

O rapaz de 16 anos, acusado de ser o responsável pelo tiroteio numa escola da Califórnia, morreu na sexta-feira (15), no hospital. Na manhã de quinta (14), Nathaniel Tennosuke Berhow entrou armado na escola onde estudava e disparou nos colegas, matando dois e ferindo três, e depois atirou contra a própria cabeça.

As câmeras de vigilância da escola Saugus High, em Santa Clarita (CA), registraram o momento em que o rapaz sacou da mochila uma pistola semi-automática, calibre .45, e disparou contra os colegas. Depois de alvejar cinco deles, atirou na própria cabeça. Toda a ação levou apenas 16 segundos. A cidade de Santa Clarita fica a cerca de 40 milhas ao norte de Los Angeles.

Gracie Muehlberger, de 15 anos, e Dominic Blackwell, 14, morreram no atentado. Os outros três alunos alvejados não correm risco de vida. Nathaniel foi levado para o hospital em estado grave e não resisitiu ao ferimento.

Nathaniel escolheu o dia de seu aniversário para executar o atentado. A investigação não descobriu ainda nenhum motivo claro para o tiroteio. Até agora não foi encontrado nenhum manifesto escrito, ou nota de suicídio. A polícia trabalha com a hipótese de que ele plenajou o atentado, mas atirou ao aleatoriamente nos colegas, sem um alvo premeditado.

O sheriff do condado de Los Angeles, Alex Villanueva, disse numa entevista coletiva na sexta-feira que suspeita-se de que o rapaz tenha tido experiência com a arma que usou no atentado, porque ele conseguiu atirar mesmo depois que ela inicialmente engasgou.

A polícia não sabe como Nathaniel conseguiu a pistola ou de onde ela veio. O pai do rapaz, já falecido, tinha seis armas, mas nenhuma delas foi a usada no atentado, disse o sheriff.