Esportes Manchete

Morre Pelé, o Rei do Futebol, aos 82 anos, após batalha contra o câncer

O ex-jogador estava internado desde 29 de novembro no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele lutava contra um câncer no intestino desde agosto do ano passado

Morre Pelé, o eterno camisa 10 da seleção brasileira. Foto: Reprodução Instragram

Morreu nesta quinta-feira (29), aos 82 anos, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, considerado o maior jogador de futebol de todos os tempos. O “Rei do Futebol” estava internado desde 29 de novembro no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele lutava contra um câncer no intestino, desde agosto do ano passado. Segundo comunicado, a causa da morte foi falência múltipla dos órgãos, resultado da progressão do câncer de cólon associado à condição clínica prévia.

Mineiro de Três Corações, Pelé começou a jogar no Santos Futebol Clube aos 15 anos e entrou para a Seleção Brasileira aos 16, tornando-se o único jogador a ganhar três Copas do Mundo, a de 1958, 1962 e 1970. Por décadas, ele foi também o maior goleador da história da seleção brasileira, com 77 gols em 92 jogos, marca recentemente igualada por Neymar. Em 2000, foi eleito Jogador do Século pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) e pela FIFA, além de Atleta do Século pelo Comitê Olímpico Internacional.

O velório de Pelé acontece na Vila Belmiro, estádio que foi sua casa durante 18 anos, seguindo para ser enterrado no Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos. Ele deixa seis filhos e a esposa, Márcia Aoki.

Baixe nosso aplicativo