Mortes por covid-19 passam da marca de 5 milhões em todo o mundo

Primeira morte pela doença foi registrada no dia 9 de janeiro de 2020

0
430
Cruzes e balões de gás em Copacabana, no Rio de Janeiro, marcam em luto as 100 mil vítimas fatais do coronavirus no Brasil. Hoje no Brasil já são mais de 600 mil mortes/ REUTERS/Ricardo Moraes

Em menos de dois anos, mais de 5 milhões de pessoas morreram de covid-19 em todo o mundo. A marca foi atingida nesta segunda-feira (1), segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Somente os Estados Unidos, mais de 745 mil pessoas perderam a vida para o vírus. No Brasil, cerca de 607 mil pessoas morreram. Os EUA, Europa, Índia e o Brasil concentram o maior número de casos e mortes pela doença.

“É um marco triste na história da humanidade. O que precisamos fazer para nos proteger para que outras 5 milhões de pessoas não morram?”, questiona o médico Albert Ko, infectologista da Yale School of Public Health.

O número de casos da doença está aumentando em alguns países da Europa. Na última semana, os óbitos voltaram a subir 5% globalmente, segundo o mais recente relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS). As piores situações são na Europa, que teve 14% mais mortes do que na semana anterior, e na Ásia, com um aumento de 13% no mesmo período.

No Brasil, outubro é o mês com menos mortes por covid desde abril de 2020. Mais de 117 milhões de brasileiros (54.88% da população) está totalmente imunizada.

A primeira morte oficial causada pela covid foi registrada no dia 9 de janeiro de 2020.