Motorista do Lyft é acusado de abusar sexualmente de passageira em Wynwood, Miami

De acordo com a polícia, vítima estaria intoxicada, dormiu no banco de trás do carro e foi violentada pelo motorista

0
1345
Motorista do Lyft foi preso (Foto Canva)

Um motorista do aplicativo Lyft foi preso na última segunda-feira (28) acusado de estuprar uma turista após pegá-la em um bar em Wynwood, Miami.

Segundo a polícia, Kevyn Rojas, de 26 anos, pegou a turista por volta de 4:45am no sábado (27) e, em vez de levá-la para o hotel, mudou a direção da corrida e violentou a moça.

De acordo com a polícia, a jovem estava em um bar com uma amiga e teria bebido demais, quando decidiu chamar um Lyft e ir de volta para o hotel onde estava hospedada em Miami Beach.

Rojas teria feito comentários sobre o vestido da vítima antes de ela dormir no banco de trás do carro. Ela teria acordado nas proximidades do hotel e percebeu que o motorista não parou. O acusado então estacionou o carro contra a vontade da vítima e cometeu o crime.

Rojas compareceu à primeira audiência com uma juíza na terça-feira (1) e está preso sob fiança de $500 mil. Ele foi obrigado a entregar seu passaporte colombiano e o passaporte americano.