Motorista que atropelou e matou brasileira em Pompano Beach é preso 9 meses após o acidente

O motorista do carro que atingiu Aline Palla Acosta em 19 de fevereiro deste ano havia ingerido álcool e dirigia a 96 milhas por hora

0
2107
Aline Palla Acosta tinha 27 anos e andava de patins na quando foi atropelada por um carro em alta velocidade (foto: Picasa)
Aline Palla Acosta tinha 27 anos e andava de patins quando foi atropelada por um carro em alta velocidade (foto: Picasa)

Endail Thomas, 26, foi preso pelo Broward County Sherrif’s Office nesta segunda-feira (16), quase nove meses após atropelar e matar a brasileira Aline Palla Acosta, 27, enquanto ela andava de patins no Pompano Beach Airpark.

Agora, ele irá enfrentar 12 acusações incluindo DUI , homicídio causado por direção agressiva, lesão corporal, entre outros.

No dia do acidente, 19 de fevereiro de 2020, Aline andava de patins quando foi atingida por um Nissan Murano, ano 2007, a uma velocidade de 96 mph. Após atropelar a brasileira, ele teria batido em uma árvore.

Thomas e a passageira que estava com ele no veículo, Melissa Gregoire, foram levados às pressas para o centro médico Broward Health North em estado crítico. Aline foi declarada morta no local.

Mais tarde, Gregoire teria dito à polícia que os dois estiveram juntos o dia todo e que ambos beberam álcool. O que foi confirmado com um exame de sangue.

Em sua primeira aparição diante de um juiz nesta terça-feira (17), uma fiança superior a $200 mil foi fixada pela corte de Broward, sendo que $100 mil seria pelo crime de atropelamento com agravante de influência de bebida alcoolica, DUI.

Em seu obituário, Aline é descrita pelos amigos e familiares como “uma jovem alegre”

“Qualquer pessoa próxima a descreveria como bondosa e bonita por dentro e por fora. Uma jovem colorida, divertida e apaixonada com um futuro ainda mais brilhante do que seu sorriso contagiante. Nunca será esquecida.”