Mulher é multada em $5 mil ao cancelar reserva de asiática no Airbnb por motivo racial

Californiana terá ainda que frequentar aulas de estudos asiáticos-americanos e foi banida da rede mundial de aluguel por temporada

0
6254
Dyne Suh gravou vídeo relatando o incidente discriminatório

Uma hospedeira do Airbnb que cancelou a reserva de uma mulher por motivo racial terá de pagar $5 mil por danos morais e frequentar aulas de estudos asiáticos-americanos, informou uma agência regulatória do estado da Califórnia.

Tami Barker, proprietária de uma casa em Big Bear Lake, no sul da Califórnia, alugou o imóvel pelo Airbnb para a sul-coreana Dyne Suh, para a temporada de ski na região, mas cancelou a reserva depois que soube da origem asiática da inquilina, alegando que era “para isso que temos Trump”, referindo-se ao presidente.

Dyne Suh, advogada formada pela UCLA, postou um vídeo no YouTube descrevendo o que aconteceu.

“Venho para cá desde os três anos de idade”, diz Suh no vídeo. “A América é minha casa. Considero-me americana, mas essa mulher me discrimina porque tenho origem asiática”. Ela mostra em seguida fotos da troca de mensagens entre as duas mulheres, incluindo uma de Barker dizendo que não permitiria “que este país seja mandado por estrangeiros.”

Segundo o acordo fechado depois de uma investigação feita pelo departamento regulamentador de emprego e moradia da Califórnia, Barker concordou em pagar $5 mil em danos morais e pedir desculpas públicas para Suh, e ainda frequentar aulas de estudos asiáticos-americanos.

O valor mínimo da multa por discriminação é de $4 mil por violação, segundo o departamento.

O advogado que representa Barker divulgou um comunicado dizendo que “embora arrependida de seu ato reprovável, Miss Barker está feliz por resolver sua pendência com Miss Syne Suh e o DFEH de um modo que possa trazer um fim positivo para esse infeliz incidente.”

É o primeiro caso envolvendo o Airbnb que recebe a interferência do departamento regulador por questões discriminatórias, mas não foi a primeira vez que o serviço mundial de aluguel por temporada foi investigado.

Em abril, o porta-voz do Airbnb, Nick Papas, disse que o comportamento de Barker foi “revoltante e inaceitável”. Barker foi banida do Airbnb depois que o caso se tornou público.

Previous articleA prova do crime
Next articleNova marca da PIBFlorida
Fundado em outubro de 2000, o AcheiUSA Newspaper é um jornal semanal em português distribuído gratuitamente por centenas de estabelecimentos comerciais brasileiros, americanos e hispânicos, espalhados pelo estado da Flórida. Com notícias locais, imigração, cultura, agenda de eventos, cobertura social, negócios e a maior seção de anúncios classificados grátis em português fora do Brasil, o AcheiUSA é o mais completo e popular portal para os brasileiros vivendo nos Estados Unidos.